Efeitos do peso ao nascer sobre composição corporal e sobrepeso/obesidade na idade escolar

Postado em 19 de março de 2020 | Autor: Marcella Gava

Estudo sugere que os nascidos com maior peso podem ser mais susceptíveis a sobrepeso/obesidade mais tarde em suas vidas

Estudo conduzido por Zhou teve como objetivo caracterizar o efeito do peso ao nascer sobre a composição corporal e sobrepeso/obesidade na idade escolar destas crianças. Para isso, foram acompanhados filhos de mães que participaram de um outro estudo prévio durante 7 a 10 anos, até atingirem a idade escolar, sendo coletados dados demográficos e antropométricos dos participantes.

1669 crianças com idades entre 7 e 10 anos foram separadas em quintis de acordo com o peso de nascimento, sendo os pontos de corte 2900g, 3100g, 3300g e 3500g. Sobrepeso foi definido como porcentagem de gordura corporal entre os percentis 85 e 95, e obesidade acima do percentil 95 das curvas da OMS específicas para sexo e idade.

O peso médio nos quintis foi 2600g, 3000g, 3200g, 3400g e 3600g.  Peso, altura, IMC, massa magra e massa gorda foram significativamente maiores nas crianças no terceiro e quarto quintis em comparação às crianças do segundo quintil de peso ao nascer. Após ajuste por covariáveis, os valores médios de índice de massa gorda, índice de massa magra e percentual de gordura corporal aumentaram significativamente conforme aumento do peso ao nascer. A prevalência de sobrepeso e obesidade foi de 7,4% em meninos e 5,0% em meninas. Os três quintis mais altos do peso ao nascer aumentaram o risco de sobrepeso/obesidade em 1,31 a 1,88 vezes em meninos, porém sem diferença em meninas.

Os autores concluíram que peso ao nascer mais alto foi associado com risco de sobrepeso/obesidade em meninos entre 7 e 10 anos de idade. Massa gorda, massa magra e percentual de gordura corporal aumentaram conforme o peso ao nascimento em ambos os sexos. Esse estudo sugere que os nascidos com maior peso podem ser mais susceptíveis a sobrepeso/obesidade mais tarde em suas vidas. O acompanhamento do estado nutricional e da dieta pré-gestacional e de gestantes pode ser útil para prevenir a obesidade infantil e os problemas de saúde relacionados a essa doença.

Referências

Zhou J et al. Effects of birth weight on body composition and overweight/obesity at early school age. Clin Nutr. 2019 Jul 26.

Leia também