Azeite extravirgem pode ajudar a reduzir a pressão alta, diz estudo

Postado em 1 de fevereiro de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Saiba mais sobre os benefícios desse alimento para a saúde do coração

Mesa com azeite em garrafa e pote de vidro e outro pote com azeitonas, além de folhas de oliveira espalhadas

Além do sabor marcante, o azeite é um aliado da saúde | Imagem: Shutterstock

Tem gente que gosta de usá-lo para temperar saladas. Outros preferem um fiozinho em cima da massa. Há quem o utilize ainda para acompanhar queijos. Fato é que o azeite de oliva extravirgem pode ser considerado um importante aliado à saúde, e estudos recentes mostram que ele pode, inclusive, reduzir a pressão alta.

Segundo os cientistas de uma pesquisa divulgada pelo periódico Clinical Nutrition, o azeite extravirgem é considerado um alimento funcional natural que pode produzir benefícios para a saúde cardiovascular graças à sua composição nutricional e potencial ação antioxidante.

Além disso, vale ressaltar que a hipertensão é um fator de risco primário para doenças cardiovasculares, e que pode afetar aproximadamente 40% dos adultos com mais de 25 anos.

Azeite x pressão alta: resultados animadores

De acordo com uma pesquisa, foi possível encontrar um efeito anti-hipertensivo em ratos que estavam com a pressão alta e que consumiram azeite extravirgem. Os animais foram distribuídos aleatoriamente em grupos de estudo, e um deles recebeu uma dose oral de substâncias chamadas de peptídeos, presentes no azeite, que foram dissolvidas em água.

Esse grupo de ratos que consumiu o extrato de azeite produziu uma redução média da pressão arterial e atingiu um efeito anti-hipertensivo máximo. Por isso, como conclusão, os pesquisadores afirmaram que o azeite virgem não filtrado contém substâncias capazes de inibir doenças cardiovasculares, além de terem um efeito anti-hipertensivo.

Veja também: Qual é o seu risco de ter pressão alta nos próximos 4 anos?

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Alcaide-Hidalgo JM et al.,O extrato de azeite de oliva (não filtrado) contém peptídeos e possui inibidores da ECA eatividade anti-hipertensiva. Clinical Nutrition, 2019.

Leia também



Assine nossa newsletter: