Dicas para comer bem: o segredo do sucesso para a comida caseira

Postado em 29 de janeiro de 2020 | Autor: Lenycia de Cassya Lopes Neri

Toda a família faz parte do processo, use a criatividade e delegue as tarefas

Lenycia de Cassya Lopes

Lenycia de Cassya Lopes Neri* é nutricionista

Recentemente, foi publicado pelo Ministério da Saúde o Novo Guia Alimentar para Menores de Dois Anos, onde ficam muito claros dois itens:

1. O aleitamento materno é realmente o melhor alimento do universo e deve ser incentivado;

2. Preparações culinárias caseiras são muito superiores nutricionalmente do que as industrializadas (ou processadas/ultraprocessadas).

Mas sempre ouço gente falar: “Mas eu não sei/não gosto/não tenho tempo para COZINHAR!” Por isso, é preciso resgatar o passado de elaborar refeições caseiras, mas sem abrir mão da praticidade do presente, pois as rotinas de todos mudaram.

Antes, a mãe era responsável exclusivamente por cuidar das crianças e da casa, onde podia preparar pratos saudáveis e gostosos para toda a família. Com a inserção da mulher na frente de trabalho, muitas vezes a rotina fica complicada para organizar as refeições. Agora, o mais prático acaba sendo o prato principal, e nem sempre a saudabilidade é levada em consideração.

Contudo, devemos considerar que cozinhar não deve ser um bicho de sete cabeças, mas sim um hábito a ser realizado em família. Para isso, muitas vezes é preciso dividir tarefas e organizar rotinas para conseguir colocar um jantar saudável na mesa da família. Veja algumas dicas:

4 dicas para comer bem em casa

Sabia que as crianças podem ajudar desde cedo na colaboração com uma alimentação saudável? Veja como:

Organize a lista de compras e programe as compras semanalmente

Faça rotineiramente suas compras em feiras livres ou mercados com grande disponibilidade de frutas, verduras e legumes. Assim, conseguirá comprar os ingredientes para cozinhar durante a semana.

Se você nunca cozinhou, comece com pratos básicos

Hoje com auxílio da internet temos vários vídeos à disposição para aprender a cozinhar. Alguns canais de vídeos possuem tutoriais completos para preparar pratos básicos como arroz e feijão deliciosos! Não tenha medo, errar faz parte do processo. Troque receitas, converse com amigos, assim sempre estará se aprimorando na arte de cozinhar.

Divida as tarefas em casa

Um coloca as crianças no banho, outro arruma o jantar, por exemplo. Inclusive, as crianças podem ajudar em algumas tarefas da casa, dependendo da idade de cada um (e acredite, elas vão amar!).

A seguir, algumas tarefas que podem ser realizadas de acordo com faixa etária:

2 a 3 anos

– Jogar fraldas no lixo
– Mexer massas caseiras (bolos, biscoitos) com ajuda dos pais
– Recolher brinquedos
– Dobrar panos e toalhinhas
– Pegar no armário os ingredientes das receitas
– Guardar sapatos
– Colocar a roupa suja no cesto
– Moldar biscoitos com forminhas

4 a 5 anos

– Guardar e organizar brinquedos
– Organizar livros na prateleira
– Ajudar a dar banho no cachorro (um refresco para todos no calor)
– Regar as plantas
– Ajudar a arrumar a mesa
– Colocar massa do bolo nas forminhas de cupcake
– Ajudar na montagem dos pratos (fazer carinhas)
– Separar o lixo
– Arrumar a cama
– Ajudar a fazer salada de frutas (já lavadas e cortadas)
– Ajudar a montar sanduíches/passar geleia ou manteiga no pão

6 a 7 anos

– Limpar o quarto
– Guardar compras
– Dobrar a roupa
– Medir alguns ingredientes das receitas
– Varrer o chão
– Colocar e limpar a mesa
– Lavar louças simples
– Ajudar a temperar (e escolher os temperos!)
– Lavar o quintal (isso é uma festa no calor)

8 a 9 anos

– Tirar a poeira dos móveis
– Lavar a louça
– Ajudar a encontrar produtos das receitas no mercado
– Recolher e pendurar roupas do varal
– Escolher e preparar lancheira escolar
– Ajudar a cozinhar refeições
– Colocar o lixo para fora
– Limpar o jardim e ajudar na jardinagem

10 a 12 anos

– Lavar roupas simples (meias, calcinhas, cuecas)
– Limpar a cozinha
– Ajudar a elaborar cardápio
– Ajudar a cuidar dos irmãos
– Lavar o carro
– Cozinhar coisas básicas (receita inteira)
– Já é possível liberar facas e fogão (sob supervisão)

13 anos ou mais

– Lavar o banheiro
– Cozinhar refeições completas
– Fazer compras no mercado próximo

Veja também: Receita de bolo sem usar o forno – para fazer com a criançada

Lembrando que cozinhar em família é uma tarefa que exige paciência, organização e regularidade! Não esqueça de itens especiais para segurança ao cozinhar com crianças, como facas sem pontas, aventais, touquinhas, protetores para mãos.

Acredite: esses hábitos vão ajudar toda a família a comer bem, além de ensinar às crianças organização, trabalho em equipe, concentração, aceitação de novos alimentos e até lições de matemática na contagem de ingredientes!

*Lenycia de Cassya Lopes Neri é nutricionista graduada pela USP, especialista em Nutrição Clínica pela ASBRAN e mestre pela Faculdade de Medicina USP. Atua como nutricionista do ambulatório do Instituto da Criança – HC FMUSP e é diretora da Nutri4Life Consultoria em Nutrição.

Referência bibliográfica:

Ministério da Saúde, 2019.

Leia também



Assine nossa newsletter: