Estudo revela que café pode prevenir câncer de mama após a menopausa

Postado em 28 de março de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Bebida pode trazer benefícios à saúde

Mulher segurando caneca, sorrindo e olhando para o lado. Ela tem cabelos pretos, lisos e veste uma blusa de manga comprida branca. Ao fundo, uma cortina branca.

O café tem sido muito estudado devido aos seus múltiplos efeitos na saúde | Imagem: Shutterstock

Uma xícara de café quentinha, seja logo pela manhã ou após o almoço, é hábito entre muitos brasileiros. E além de seu sabor característico, o café possui outro benefício que está sendo pesquisado a fundo pela ciência: a prevenção do câncer de mama.

De acordo com um estudo feito pelo European Journal of Nutrition, muitos fatores, como dieta e estilo de vida, podem ser determinantes sobre a incidência de câncer de mama. A pesquisa avaliou mais de 10.000 universitárias espanholas de meia idade, que não apresentavam a doença, para saber como o café poderia ajudar na prevenção. O consumo da bebida foi avaliado com um questionário de frequência alimentar, com acompanhamento de um oncologista.

Café x câncer de mama

Durante o período de acompanhamento, foram confirmados 101 novos casos de câncer de mama entre as participantes. Entre as mulheres na pós-menopausa, o consumo de mais de uma xícara de café por dia foi associado a uma menor incidência de câncer de mama, em comparação às mulheres que consumiram uma xícara de café ou menos por dia.

E embora o número de casos tenha sido baixo, foram observadas pequenas indicações de associação inversa entre o consumo de café e o risco de câncer de mama entre as mulheres na pós-menopausa. Mas estudos adicionais são necessários para confirmar essa descoberta.

Leia também: 4 dicas sobre câncer de mama e alimentação

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Navarro A. et al. Coffee consumption and breast cancer risk in the SUN project. European Journal of Nutrition, 2020.

Leia também



Assine nossa newsletter: