Dieta na amamentação: receita de vitamina para a mãe

Postado em 26 de março de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

Alimentos como a aveia, a alfafa e a cevada são considerados auxiliadores na produção de leite materno e devem ser consumido por nutrizes

O aleitamento materno é um ato de valor à vida da criança, capaz de fornecer todos os nutrientes necessários para sua saúde e o crescimento. Entretanto, não são todas as mães que conseguem ser nutrizes; às vezes a fonte de leite seca e, outras, uma doença ou mesmo a falta de alimentação e hidratação adequada impede a produção de leite. Felizmente, neste último caso, uma correta dieta na amamentação pode fazer toda a diferença.

Infelizmente, existem poucos dados científicos sobre alimentos necessários para uma amamentação segura. Por isso, é importante reforçar que apenas um nutricionista pode ajudar a indicar o caminho mais correto na alimentação enquanto a mulher estiver amamentando o bebê. O que não pode ser feito, na verdade, é uma incorreta ingestão de nutrientes, que poderia ser prejudicial para a produção de leite.

Nutrir em primeiro lugar

Um estudo divulgado pelo Korean Pediatric Journal listou alguns grupos alimentares que geram dúvidas nessa fase de amamentação e dieta. A cafeína, por exemplo, não é prejudicial se não for consumida em excesso. Alimentos gasosos, como repolho, couve-flor e brócolis podem causar gases no intestino da mãe; no entanto, gás e fibras não são repassados para o leite materno. O consumo de frutas cítricas também não altera o pH do leite materno.

No caso de alimentos crus, qualquer um pode ser uma fonte de infecção. Entretanto, a intoxicação alimentar materna não resulta em infecção em bebês, apenas faz mal à própria mulher. O ideal é que se a mãe for consumir alimentos crus, que consuma em locais que está acostumada, como um restaurante japonês que conheça há certo tempo. No caso do leite de vaca, o mesmo estudo aponta que, por ser fonte de cálcio, é um alimento interessante a manter na dieta. Mas o consumo deve ser excluído quando a criança recebe o diagnóstico de alergia à proteína do leite, conhecida como APLV.

Por fim, em relação aos peixes, a pesquisa diz que são importantes fontes de ômega-3 e interessantes para serem incluídos na dieta da mãe, mas cuidados com o tipo e fonte do peixe devem ser tomados para evitar exposição excessiva ao mercúrio. A American Academy of Pediatrics concluiu que o possível risco de excesso de mercúrio ou outros contaminantes é compensado pelos benefícios neurocomportamentais da ingestão adequada de DHA.

A seguir, a nutricionista Danielle Fontes ensina uma receita rápida de vitamina para repor os nutrientes que as mamães que estão amamentando precisam:

Copo com vitamina de morango sendo servida, com bananas e morangos

Receita leva banana e morangos | Imagem: Shutterstock

Vitamina para dieta na amamentação

Dificuldade de preparo: Fácil
Tempo de preparo: 5 minutos
Rendimento: 1 copo de 300 ml

Ingredientes
250 ml de leite de coco ou de amêndoas
1 banana
4 morangos
1 colher (sopa) de aveia

 

 

Modo de preparo

  1. Bata todos os ingredientes no liquidificador por cinco minutos.
  2. Coloque em um copo e sirva-se logo em seguida.

 

Dica: caso prefira colocar mais nutrientes, acrescente uma castanha-do-pará à mistura.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

 Referências bibliográficas:

Consultoria e receita da nutricionista Danielle Fontes, formada pelo Centro Universitário São Camilo; Especialização em Terapia Nutricional e Nutrição Clínica pelo Ganep (Grupo de Alimentação e Nutrição Enteral e Parenteral); Especialização em Fitoterapia Funcional -Instituto Valeria Pascoal; Mestre em Ciências pelo Departamento de Oncologia e Radiologia da Faculdade de Medicina da USP e Especialista em Teorias e Técnicas para Cuidados Integrativos pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Goun Jeong, MD et. Maternal food restrictions during breastfeeding. Korean Pediatric Journal, 2017.

Leia também