Mitos e verdades sobre a dieta Dukan

Postado em 26 de agosto de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

Saiba se o plano alimentar ajuda mesmo a emagrecer e quais são os reais riscos à saúde

Em busca do emagrecimento, muitas pessoas acabam optando por regimes da moda. Dentre eles, um método idealizado por um nutrólogo francês chamado Pierre Dukan despertou o interesse de muita gente: a famosa dieta Dukan.

Separada em quatro etapas, o passo a passo da dieta Dukan consiste em reduzir o consumo de carboidratos, ao mesmo tempo em que o consumo de proteínas aumenta, possibilitando uma provável perda de peso. Entretanto, apesar dos benefícios em curto prazo parecerem surtir efeito, essa dieta pode também trazer malefícios se não for acompanhada por um profissional de saúde.

Para saber mais sobre esse tipo de alimentação, a seguir, separamos alguns mitos e verdades.

Dieta Dukan: 5 mitos e verdades

Será que a dieta Dukan funciona? Qual o passo a passo e alimentos permitidos? A nutricionista Cristiane Verotti esclarece como se trata essa alimentação

Mesa com ovos, xícaras com leite, peixes e carnes

A primeira fase da dieta é composta apenas pela ingestão de proteínas, basicamente alimentos de origem animal | Imagem: Shutterstock

A dieta Dukan funciona para emagrecer

Parcialmente verdade. Segundo a nutricionista Cristiane Verotti, de fato a dieta Dukan prevê redução no consumo de carboidratos e aumento no consumo de proteínas, mas como qualquer dieta, só é possível emagrecer desde que haja déficit calórico, ou seja, a pessoa precisa consumir menos calorias e gastar mais energia. “Mas pelo simples fato de alterar o tipo de macronutriente ingerido, pode não ser possível emagrecer com esse método”, pondera.

Os alimentos permitidos variam a cada fase

Verdade. Cristiane explica que, ao todo, são quatro fases: ataque, cruzeiro, consolidação e estabilização. A fase de ataque é composta apenas pela ingestão de proteínas, basicamente alimentos de origem animal, além de uma colher de aveia por dia. A fase cruzeiro permite legumes e verduras. A de consolidação dispõe de frutas e alimentos integrais. Na de estabilização, a alimentação é livre.

A fase de consolidação é a mais importante

Mito. Segundo a nutricionista, as duas primeiras fases, ataque e cruzeiro, têm como objetivo a perda de peso, enquanto as duas últimas, consolidação e estabilização, existem para manter a quantidade de peso que foi perdida. No entanto, não existe uma fase mais importante que a outra no processo.

Os adeptos da dieta devem praticar atividade física regularmente

Parcialmente verdade. Cristiane explica que, de acordo com o método, atividade física leve, como uma caminhada de 20 a 30 minutos, é recomendada nas diferentes fases da dieta. “Mas, a meu ver, a restrição de carboidratos limita a recomendação de atividades físicas mais intensas, já que faltará combustível para o músculo. Pouco carboidrato acaba por fazer o corpo utilizar gordura como combustível e há perda na potência, resistência e duração do exercício”, destaca.

A dieta Dukan traz efeitos colaterais à saúde

Verdade. Um estudo feito na Polônia apontou que anormalidades nutricionais podem ser encontradas em mulheres que fizeram a dieta Dukan. A adoção dessa dieta, a longo prazo, pode representar uma ameaça à saúde por meio da aquisição de doenças nos rins e no fígado, osteoporose e doenças cardiovasculares.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Cristiane Verotti é nutricionista especializada em nutrição clínica e esportiva. Mestre pelo departamento de gastroenterologia da FMUSP. Membro titular da BRASPEN.

Wyka J. et al. Assessment of food intakes for women adopting the high protein Dukan diet. Universidade de Ciências Aplicadas em Nysa, 2015.

 

Leia também



Assine nossa newsletter: