O que você sabe sobre feijão?

Postado em 13 de setembro de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

Teste seus conhecimento sobre os benefícios desse grão tão saboroso

O feijão é um alimento que faz parte do dia a dia dos brasileiros: é a companhia indispensável para o arroz. São diversas as variações desse ingrediente saboroso, mas e quanto ao valor nutricional dele? O que você sabe sobre feijão em relação aos nutrientes que ele carrega? Para começar, vale saber que ele é uma leguminosa rica em proteínas.

Um estudo da Universidade Federal de Lavras (MG) apontou que a importância do feijão no Brasil não está somente no fato de o país ser o maior produtor mundial do ingrediente, mas também pelo feijão ser uma das principais fontes proteicas para as populações de baixa renda.

Além disso, a combinação dele com o arroz não é à toa. O mesmo estudo mostrou que o valor nutritivo da proteína contida nesse tipo grão é baixo quando usado como única fonte desse nutriente, mas junto do arroz, ele é capaz de formar proteínas de um jeito mais nutritivo. Isso ocorre pois o feijão não possui muitos aminoácidos sulfurados, mas ao mesmo tempo, é rico em lisina. O arroz tem a relação contrária, e isso faz com que possam formar a combinação ideal.

A seguir, listamos mais algumas curiosidades a respeito do grão. Será que você consegue acertar todas as questões?

Teste: o que você sabe sobre feijão?

Escolha uma alternativa para cada uma das questões a seguir e aprenda mais sobre a leguminosa.

Feijões pretos em colher de pau

Existem diversas variações do feijão, como o preto, comumente usado na feijoada | Imagem: Shutterstock

1 – O feijão tem gordura?

A) Sim, em bastante quantidade

B) Sim, mas em pouca quantidade

C) Não, é isento de gorduras

A alternativa correta é a B. Dados da Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO) mostram que os lipídeos presentes nos feijões brasileiros cozidos variam entre 0,5 e 0,6 g em porções de 100 g, uma quantidade pequena se comparada a outros alimentos.

2 – Qual desses feijões cozidos que são comumente consumidos tem maior teor de proteínas em porções de 100 g?

A) Carioca

B) Preto

C) Roxo

Ponto para quem respondeu a alternativa C, o feijão roxo. De acordo com a TACO, o feijão roxo cozido conta com 5,7 g de proteínas. Em seguida, ficaria o carioca, com 4,8 g. Na lanterna do três, está o preto, com 4,5 g.

3 – Uma refeição à base de feijão pode ajudar a manter a saciedade por mais tempo. Mito ou verdade?

A) Verdade

B) Mito

Acertou quem respondeu a A. Um estudo da Universidade de Copenhagen, na Dinamarca, comparou uma refeição à base de carne de porco e outra à base de feijão. Como conclusão, uma refeição à base de leguminosas como feijões ou ervilhas pode influenciar as sensações de apetite e consumo de energia favoravelmente em comparação com uma refeição à base de alimentos de origem animal, sendo tão eficaz na saciedade quanto a outra. Além disso, há diferenças na fibra dietética entre elas, já que o feijão é fonte de fibras.

4 – O feijão preto pode ser consumido por pacientes com diabetes mellitus. Mito ou verdade?

A) Mito

B) Verdade

A alternativa B é a correta. Um estudo publicado no periódico Nutrients associou o consumo do feijão preto à redução das concentrações de insulina no sangue, sugerindo uma maior sensibilidade à insulina em adultos com síndrome metabólica. Segundo os cientistas, esses resultados podem significar que o consumo regular de feijão preto nas refeições poderia ser eficiente para gerenciar as respostas metabólicas em diabéticos. O benefício associado ao consumo do feijão preto pode ser atribuído às fibras contidas nesse alimento.

5 – Quem quer aumentar o teor de proteínas do feijão deve consumir o grão com qual complemento?

A) Mostarda

B) Óleo de soja

C) Cogumelos

Se você disse C, acertou. Na receita de um bom feijão fortificado pode entrar ingredientes como saborosos cogumelos shiitake e shimeji.

E aí, se surpreendeu com tudo o que você sabe sobre feijão?

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Reverri E. et al. Black Beans, Fiber, and Antioxidant Capacity Pilot Study: Examination of Whole Foods vs. Functional Components on Postprandial Metabolic, Oxidative Stress, and Inflammation in Adults with Metabolic Syndrome. Nutrients, 2015.

Raben A. et al. Meals based on vegetable protein sources (beans and peas) are more satiating than meals based on animal protein sources (veal and pork) – a randomized cross-over meal test study. University of Copenhagen, 2016.

Mesquita F. et al. LINHAGENS DE FEIJÃO (Phaseolus vulgaris L.): COMPOSIÇÃO QUÍMICA E DIGESTIBILIDADE PROTÉICA. Universidade Federal de Lavras, 2007.

Mechi R. et al. AVALIAÇÃO QUÍMICA, NUTRICIONAL E FATORES ANTINUTRICIONAIS DO FEIJÃO PRETO (Phaseolus vulgaris L.) IRRADIADO. Ciênc. Tecnol. Aliment., Campinas, 25(1): 109-114, jan.-mar. 2005.

Tabela Brasileira de Composição de Alimentos (TACO), ed. 4, 2011.

Leia também



Assine nossa newsletter: