fbpx


14 de novembro: Dia Mundial do Diabetes

Postado em 14 de novembro de 2003 | Autor: Patricia Logullo

A Federação Internacional de Diabetes (International Diabetes Federation) estabeleceu a data de 14 de novembro como uma oportunidade de realizar campanhas de esclarecimento em todos os países federados a respeito da doença. Desde 1991, a Organização Mundial de Saúde apóia o esforço por conter a escalada na incidência do diabetes no mundo. De acordo com as duas organizações, “esta é uma ocasião para celebrar os avanços no tratamento, nas esferas médica e social, e também de refletir sobre o trabalho que ainda deve ser feito para melhorar a infra-estrutura de cuidados para diabéticos”.

No mundo todo, os países organizam suas próprias campanhas para marcar a data: testes glicêmicos gratuitos para rastreamento, palestras informativas, distribuição de pôsteres e panfletos, eventos esportivos e campanhas de rádio são algumas das atividades programadas. Uma única logomarca é utilizada por todos. A Sociedade Brasileira de Diabetes fornece alguns desses materiais em seu site. Os participantes são desde pacientes e profissionais de saúde até líderes de opinião e crianças. O tema da campanha deste ano é a Doença Renal. Devido o fato de que qualquer indivíduo com diabetes, seja do tipo I ou do tipo II, corre o risco de desenvolver doença renal. No ano que vem, o tema será Diabetes e Obesidade e, em 2005, Pé Diabético.

A data

A data (14 de novembro) foi escolhida por ser o aniversário de nascimento de Frederick Banting, que, junto a Charles Best, concebeu a idéia que levou à descoberta da insulina em outubro de 1921.

A logomarca

O logotipo da campanha foi criado em 1996 e ajuda a criar uma só identidade para a data. Representa, por meio do símbolo dos conceitos chineses do yin e do yang, a combinação entre equilíbrio e trabalho em grupo ou complementação. Esses dois elementos são, de acordo com a Federação Internacional de Diabetes, o conceito básico no manuseio eficaz da doença: um equilíbrio cuidadosamente mantido entre insulina, outras medicações, dieta e exercício, ao mesmo tempo em que trabalham em conjunto os profissionais de saúde, a família, os amigos e o próprio paciente.

Leia também



Cadastre-se e receba nossa newsletter