fbpx

O tamanho da porção de alimentos aumentou dramaticamente nos Estados Unidos

Postado em 14 de fevereiro de 2003 | Autor: Patricia Logullo

O aumento da obesidade nos últimos 30 anos coincidiu com o aumento do tamanho das porções de alimentos dentro e fora de casa, especialmente em estabelecimentos de fast food. O objetivo deste estudo foi determinar o aumento do tamanho das porções de alimentos consumido nos Estados Unidos por localização e fonte de alimentos. Foram analisados dados de 63.380 indivíduos incluídos no Nationwide Food Consumption Survey (1977 a 1978) e Continuing Survey of Food Intake by Individuals (1989 a 1991, 1994 a 1996 e 1998). Foram analisados para cada ano de pesquisa, o tamanho da porção média consumida de alimentos específicos (salgados, sobremesas, refrigerantes, sucos, batata frita, hamburgers, cheeseburgers, pizza e comida mexicana) por localização (casa, restaurante e fast food). Os resultados mostraram que o tamanho da porção variou por alimento, com maior consumo em estabelecimentos de fast food e pouco consumo em restaurantes. De 1977 a 1996, o tamanho da porção aumentou tanto dentro como fora de casa para todas as categorias, exceto pizza. A ingestão alimentar e o tamanho da porção de salgados aumentou 93 cal (28,4 para 45,4 g), refrigerantes 49 cal (387,4 para 588,4 mL), hamburgers 97 cal (161,6 para 198,4 g), batata frita 68 cal (87,9 para 102,1 g), e comida mexicana 133 cal (178,6 para 226,8 g). Em conclusão, o tamanho da porção e a ingestão alimentar para alimentos específicos aumentaram acentuadamente acompanhado do aumento de alimentos consumidos em estabelecimentos de fast food e em casa.

Referência (s)

Nielsen SJ, Popkin BM. Patterns and trends in food portion sizes, 1977-1998. JAMA 2003;289(4):450-3.

Leia também