fbpx


Hábitos no inverno e o ganho de peso: como equilibrar?

Postado em 21 de julho de 2021 | Autor: Cristiane Verotti

Com a chegada do inverno, muitas mudanças nos hábitos, de um modo geral, acabam ocorrendo. De fato, sentimos mais fome, pois ocorre um aumento do gasto energético basal, ou seja, precisamos de mais calorias para enfrentar as baixar temperaturas.

Mas esse aumento é muito discreto perto da quantidade de calorias que as pessoas costumam ingerir. Geralmente, há preferências por alimentos muito gordurosos e cheios de açúcares, como chocolates. E o resultado? São os quilos a mais na balança.

Outro fato adjuvante ao ganho ponderal na estação mais fria do ano é que há diminuição da atividade física. Muitas pessoas têm preguiça de acordar cedo no frio, e as que praticam exercícios ao ar livre usam o inverno como desculpa para deixar o treino de lado.

Fato é que esses dois fatores aliados (ingerir mais calorias somado a menor frequência de atividade física) são uma combinação bombástica para o ganho de gordura. Por isso, sim! Algumas pessoas engordam no inverno.

Dá pra evitar

E o que fazer? Como evitar esses quilinhos a mais que insistem aparecer entre junho e setembro de todos os anos?

Minha dica é tentar se exercitar, ao menos, quatro vezes por semana. Alternativas são atividades física dentro de casa ou em academias. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), devemos nos exercitar, no mínimo, 150 minutos por semana, caso contrário, faremos parte da parcela sedentária da população.

Aliado à atividade física, precisamos consumir alimentos menos gordurosos. Fondue e feijoada, por exemplo, são pratos extremamente apetitosos e a cara do inverno, mas não é por isso que devemos consumi-los toda semana. Que tal colocar metas? Por exemplo, permitir no máximo uma atrocidade nutricional como essa por semana? Já minimiza bem os ganhos.

Você também pode fazer sopas e cremes muito apetitosos de baixas calorias. Creme de abóbora, palmito, aspargos, por exemplo. Se você não utilizar creme de leite e queijo, o valor calórico fica muito reduzido.

E seu chocolate quente também pode ser consumido. Que tal utilizar cacau no lugar do chocolate e leite vegetal (como amêndoas, aveia, castanhas) ou ainda leite magro no lugar do leite integral? Adicionando biomassa de banana verde, você aumenta a quantidade de fibras e o deixa bem cremosinho. Vamos tentar?

Vou deixar aqui duas receitas como sugestão. Espero que gostem!

Receitas para evitar o ganho de peso no inverno

Mulher tomando bebida em caneca

Imagem: Freepik

Creme de abóbora

Rendimento: 4 porções
Tempo de preparo: 40 min.

Ingredientes:

  • 1 abóbora cabotiá
  • 2 dentes de alho
  • 1 cebola picada
  • 1 col. (café) de noz-moscada em pó
  • Azeite, gengibre ralado e sal a gosto

Modo de preparo:

  1. Cozinhe as abóboras com casca e tudo em uma panela com água, até ficarem mais macias.
  2. Depois de bem cozidas, bata no liquidificador e reserve.
  3. Em uma panela, refogue o alho e a cebola no azeite.
  4. Adicione a abóbora batida. Acrescente o sal e a noz-moscada.
  5. Por último, adicione o gengibre ralado e deixe no fogo médio por mais alguns minutinhos. Está pronta para servir.
  6. Você pode adicionar cebolinha picada sobre o creme na hora de servir.

Chocolate quente saudável

Rendimento: 1 xícara
Tempo de preparo: 15 min.

Ingredientes:

  • 1 col. (sopa) de biomassa de banana verde em pó
  • 200 ml de leite vegetal ou leite magro
  • 1 pauzinho de canela
  • 1 col. (sobremesa) de cacau em pó ou 30 g de chocolate 70% cacau
  • 1 col. (café) de canela em pó
  • 1 pitada de noz-moscada

Modo de preparo:

  1. Dilua bem a biomassa de banana verde com o leite.
  2. Leve ao fogo baixo e misture a canela em pau e o chocolate (ou o cacau).
  3. Mexa até ficar cremoso.
  4. Para finalizar, coloque a canela em pó e a pitada de noz-moscada.

 

-

Assine nossa newsletter: