fbpx


O que não pode comer pós-tatuagem ou piercing?

Postado em 1 de junho de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Conheça os alimentos que podem dificultar o processo de cicatrização da pele

Depois de fazer uma tatuagem, colocar um piercing ou furar a orelha, é preciso adotar alguns cuidados para contribuir com a cicatrização da pele. E isso também passa pelos hábitos alimentares. Tudo que você consome no seu café da manhã, almoço ou jantar pode afetar a cicatrização. Para saber o que pode e o que não pode comer quando coloca piercing ou faz algum procedimento do tipo, confira os tópicos a seguir:

O que não pode comer quando coloca piercing ou faz tatuagem?

Uma alimentação equilibrada em carboidratos, gorduras boas e proteínas pode ajudar as células a reconstruírem os tecidos lesados. Saiba mais abaixo.

Mulher com tatuagem comendo prato de salada

Vale apostar em uma dieta com menos gorduras | Imagem: Shutterstock

O café é aliado da cicatrização na pele

Mito. Apesar do café ter indícios de possuir propriedades antioxidantes, um estudo publicado no International Wound Journal mostra que ele pode ser ruim para a cicatrização da pele. Segundo os cientistas, a cafeína presente no grão pode acabar reduzir a multiplicação das células que ajudam na construção de tecidos, os chamados queratinócitos, e podem também atrasar o movimento de células sobre a superfície a ser cicatrizada, dificultando todo o processo de recuperação.

Bebidas alcoólicas podem dificultar a recuperação da pele

Verdade. Um artigo de revisão publicado pelo Journal of Dental Research apontou que o consumo elevado de álcool está relacionado ao aumento da incidência de infecções e pode influenciar a fase proliferativa da cicatrização, ou seja, a fase de multiplicação das células. Segundo o artigo, as bebidas alcoólicas podem prejudicar a resposta inflamatória da pele, inibindo o fechamento de feridas e a produção de colágeno.

Gorduras são aliadas do processo de cicatrização

Mito. Uma pesquisa feita em camundongos e divulgada pelo Mediators of Inflammation mostrou que uma dieta rica em gordura pode contribuir para alterações no tecido conjuntivo, impedindo a reconstrução adequada do tecido e, portanto, prejudicando a contração da pele e sua cicatrização. Alguns dos alimentos presentes na dieta do estudo incluíam batata frita, bacon, chocolate em pó e biscoitos. Mas vale ressaltar que ainda são necessários estudos feitos em seres humanos para validar essas alterações.

Diabéticos possuem mais dificuldade para cicatrizar a pele após procedimentos

Verdade. De acordo com o artigo de revisão do Journal of Dental Research, indivíduos diabéticos possuem um comprometimento maior na cicatrização de feridas na pele. Essa dificuldade na recuperação dos tecidos requer cuidados para não se desenvolver em fatores mais graves, como o surgimento do pé diabético e de amputações. Procure seu nutricionista para regular a quantidade de açúcar consumida e receber as orientações nutricionais em relação à doença.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Ojen N. et al. The effects of caffeine on wound healing. International Wound Journal, 2016.

  1. Guo. et al. Factors Affecting Wound Healing. Journal of Dental Research, 2010.

Rosa D. et al. High-Fat Diet and Alcohol Intake Promotes Inflammation and Impairs Skin Wound Healing in Wistar Rats. Mediators of Inflammation, 2018.

-

Assine nossa newsletter: