fbpx


Feijão paraense, uma receita turbinada de vitaminas

Postado em 13 de abril de 2021 | Autor: Redação Nutritotal

Experimente preparar seu tradicional feijão diário com uma pitada da região Norte

Do tacacá da região Norte ao chimarrão da região Sul, é inegável que a culinária brasileira é variada e rica em sabores e nutrientes. E isso, inclusive, se reflete até mesmo em pratos convencionais para todos os brasileiros. É o caso do feijão, que em cada estado leva uma diferente variação. Em Minas, não pode faltar o famoso tropeiro, com couve e carne de porco. Em São Paulo, o virado à paulista é o carro-chefe de muitos restaurantes, acompanhando bisteca e banana. No Nordeste, o baião-de-dois ganha o paladar de todos, combinado com charque e queijo coalho. E você sabia que no Pará existe uma versão turbinada do alimento? É o feijão paraense.

O preparo é muito saboroso e nutritivo, porque combina uma variedade de vegetais junto à rica leguminosa. Para quem não abre mão do feijão nas refeições diárias, a receita do feijão paraense é um verdadeiro achado em prol da saúde! Para experimentar esse prato em casa, aprenda o passo a passo a seguir. A receita é das nutricionistas Yamila Alves, Ana Calabria, Elenilma, Socorro Paredes, Lorena Falcão e Talita Berino, da Associação Brasileira de Nutrição (Asbran).

Feijão caseiro paraense

Feijão paraense

Imagem meramente ilustrativa | Freepik

Rendimento: 4 a 6 porções
Tempo de preparo: 1h20min

Ingredientes:

  • 2 xíc. (chá) de feijão da sua preferência
  • 6 xíc. (chá) de água
  • 2 folhas de louro
  • 50 g de abóbora
  • 50 g de maxixe
  • 50 g de quiabo
  • 4 folhas médias de couve
  • 1 cebola
  • 2 dentes de alho
  • 2 colheres de sopa de azeite
  • 1 colher de chá de sal

Modo de preparo:

  1. Coloque o feijão de molho por uma hora em 4 xícaras de água fervente.
  2. Despreze depois a água e transfira os grãos para uma panela de pressão; cubra com a água e junte as folhas de louro.
  3. Tampe, leve ao fogo médio e, quando começar a apitar, abaixe o fogo e deixe cozinhar por 15 minutos.
  4. Enquanto o feijão cozinha, lave bem os legumes e corte em pedaços bem pequenos que serão acrescentados 10 minutos antes do término do cozimento do feijão, além da cebola e do alho.
  5. Após o cozimento, caso não deseje utilizar todo o feijão preparado, separe uma parte dos grãos e congele.
  6. Leve uma panela pequena ao fogo baixo. Regue com o azeite, junte a cebola e refogue por 3 minutos até ficar levemente dourada. Adicione o alho e misture bem por mais um minuto.
  7. Acrescente 1 concha do feijão cozido com um pouco do caldo e amasse os grãos para ajudar a engrossar o caldo. Junte essa mistura ao restante do feijão, e adicione os vegetais picados.
  8. Deixe cozinhar em fogo baixo, sem tampa, por cerca de 5 minutos ou até que os legumes fiquem cozidos. Mexa de vez em quando para não grudar no fundo da panela. Acerte o sal, desligue o fogo e sirva de preferência com arroz.

Leguminosa saciável

O feijão, sem dúvidas, é um alimento rico em nutrientes importantes para a saúde. Além de ser fonte de ferro e proteínas, ele pode ajudar a manter a saciedade por mais tempo. Há estudos, inclusive, que ligam o consumo dessa leguminosa com uma diminuição no risco de diabetes mellitus. Ele também possui aminoácidos que se complementam com os do arroz, formando uma combinação ideal, tanto no sabor quanto nos nutrientes.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Receitas práticas e saudáveis. Associação Brasileira de Nutrição (Asbran), 2020.

The consumption of legumes is associated with a lower risk of diabetes. Universitat Rovira, 2017.

-

Assine nossa newsletter: