fbpx

Mangostão e mais 4 frutas exóticas que podem contribuir com a sua saúde

Postado em 16 de novembro de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Muitas delas são ricas em antioxidantes e outros compostos que trazem mais bem-estar

Você já ouviu falar em uma fruta chamada mangostão? Ou então que tal chirimoia? Seus nomes podem soar estranhos e sua presença passar despercebida durante a feira, mas fato é que as frutas exóticas – como são popularmente conhecidas – merecem uma chance no nosso cardápio. Acredite: esses alimentos, muitas vezes pequeninos e diferentes, podem carregar muito mais nutrientes do que você imagina!

Segundo um artigo publicado no livro Exotic Fruits Reference Guide, o consumo de frutas está aumentando devido à preocupação mundial com a saúde e o bem-estar, porém, as mais conhecidas e consumidas são aquelas cultivadas em larga escala, industrializadas e vendidas em todo o mundo.

Porém, por trás da forma atípica, as frutas exóticas podem ser mais ricas em compostos funcionais do que as frutas tradicionalmente conhecidas. Para falar mais sobre elas, convidamos a nutricionista Cristiane Verotti, que elencou alguns mitos e verdades a respeito desses alimentos. Confira:

5 mitos e verdades sobre as frutas exóticas

Com sabor único, elas podem ser muito nutritivas.

Mangostão, uma fruta exótica

De sabor doce e picante, o mangostão é conhecido como a fruta mais saborosa do mundo | Freepik

A ciriguela é calórica, mas rica em vitaminas

Mito. Cristiane explica que a ciriguela (Spondias purpúrea) é, de fato, rica em vitaminas A, B e C e em minerais como cálcio, fósforo e ferro. “Entretanto, a ciriguela é uma fruta pouco calórica, e pode ser encontrada com mais frequência na caatinga e no cerrado brasileiro”, pondera.

O mangostão é uma fruta de origem asiática, mas é produzido também no Brasil

Verdade. O mangostão (Garcinia mangostana) tem origem na região tropical do sudeste da Ásia. É conhecido pelos nativos da região como a fruta mais saborosa do mundo. No Brasil, é produzido na região do litoral da Bahia e no oeste do estado de São Paulo. Cristiane diz que a fruta possui polpa branca de sabor doce e picante. “Utilizado como suco, também pode ser consumido em cápsulas ou chá, liberando um princípio ativo que reduz a vontade de consumir doces. É rico em vitaminas e minerais, antioxidantes, e ainda possui baixo valor energético”, afirma.

A pitaia, por ser doce, é rica em açúcares

Mito. A pitaia (Hylocereus undatus) é originária da América do Sul e vem se popularizando no mercado brasileiro, sendo cultivada principalmente nos estados de São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Paraná. No Brasil, as versões mais consumidas são a de casca rosa com polpa avermelhada e a de casca rosa com a polpa branca. “A pitaia concentra poucas calorias. E, apesar de doce, não é um alimento rico em açúcar. Além de pouco calórica, concentra substâncias reconhecidamente benéficas à saúde, como flavonoides, que são potentes antioxidantes”, conta a nutricionista.

A lichia é rica em vitamina C

Verdade. Pequenina e saborosa, a lichia (Litchi chinensis Sonn) é originária do sul da China, e no Brasil, assim como a pitaia, é produzida em São Paulo, Minas Gerais, Bahia e Paraná. Cristiane explica que são frutas com casca avermelhada e rugosidades. “Sua polpa é branca e suculenta, com sabor doce e levemente ácida. É muito rica em vitamina C, um potente antioxidante”, confirma.

Chirimoia e fruta-do-conde são a mesma fruta

Mito. A chirimoia (Annona cherimola Mill) até se parece com a fruta-do-conde, mas é originária de países da América do Sul com mais de 1.500 metros de altitude, como a Colômbia, Peru e Bolívia. No Brasil, ela é pouco cultivada, sendo mais comum na Serra da Mantiqueira, em São Paulo. De acordo com a nutricionista, a fruta apresenta polpa cremosa, adocicada e sementes pretas. Sua casca é verde e a superfície formada por carpelos nivelados. “É rica em vitamina A e vitamina C, dois potentes antioxidantes”, salienta Cristiane.

Agora que você sabe mais sobre as frutas exóticas, será que conseguiria diferenciá-las no nosso quiz? Clique aqui e teste seus conhecimentos sobre os segredos desses alimentos nada convencionais, mas muito nutritivos!

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Cristiane Verotti é nutricionista especializada em nutrição clínica e esportiva e mestre pelo departamento de gastroenterologia da FMUSP. Membro titular da BRASPEN, é também colunista convidada do Nutritotal Público Geral. Instagram: @verotti.

Rodrigues S. et al. Exotic Fruits Reference Guide. Science Direct, 2018.

Leia também



Assine nossa newsletter: