fbpx


Nova pesquisa aponta a dieta mais eficaz para reduzir a gordura no fígado

Postado em 3 de outubro de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Entenda como uma mudança alimentar pode trazer benefícios na saúde hepática

Tábua com ovo, abacate, laranjas e castanhas

A dieta cetogênica tem baixo nível de carboidratos | Imagem: Freepik

O fígado é um dos órgãos mais importantes do corpo humano. É ele quem regula os nutrientes como carboidratos, proteínas e lipídios, além de armazenar substâncias e lidar com hormônios. Mas quando há um acúmulo de gordura nele, é preciso se atentar para não ocasionar em problemas de saúde.

E uma solução para lidar com a gordura no fígado por meio da alimentação pode estar em uma famosa dieta da moda: a cetogênica. Ao menos é o que mostrou um estudo do periódico Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS).

Os pesquisadores examinaram os efeitos a curto prazo da dieta cetogênica sobre a gordura hepática, avaliando o conteúdo de triglicerídeos e a rigidez do fígado por meio de uma ressonância magnética.

Mudanças internas

Como resultado, a dieta cetogênica proporcionou uma redução significativa na ingestão de carboidratos pelos participantes da pesquisa, porém a quantidade de lipídeos e proteínas se manteve estável, o que levou a uma redução das calorias totais ingeridas.

O peso corporal reduziu em média 3 kg. Os triglicerídeos de dentro do fígado foram reduzidos, já a rigidez do órgão não foi alterada.

Com isso, os cientistas concluíram que a dieta cetogênica por seis dias pode diminuir acentuadamente o conteúdo de gordura hepática e a resistência hepática à insulina. Porém,  mais estudos são necessários para comprovar os efeitos da dieta cetogênica a longo prazo.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Luukkonen PK et al. Effect of a ketogenic diet on hepatic steatosis and hepatic mitochondrial metabolism in nonalcoholic fatty liver disease. Proc Natl Acad Sci U S A. 2020.

-

Assine nossa newsletter: