fbpx

3 formas fáceis de fazer papinha caseira

Postado em 2 de abril de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

As versões compradas no mercado podem conter metais pesados, por isso, experimente preparar em casa e sem complicações a comida para o bebê

A introdução alimentar dos bebês começa aos poucos. As papinhas fazem parte das primeiras refeições dos pequenos, feitas de carne, legumes ou frutas. Porém, apesar de haver uma extensa oferta desse alimento vendido pronto, a papinha caseira é uma opção mais segura. Para se ter uma ideia, um estudo feito pelo periódico americano Consumer Reports analisou que as papinhas processadas encontradas em supermercados nos EUA continham ao menos um destes três metais pesados na fórmula: arsênio, cádmio e chumbo.

Eles são considerados perigosos para a saúde, e mesmo a exposição a pequenas quantidades desses metais pesados ​​em idade precoce pode aumentar o risco de problemas de saúde, especialmente a diminuição nos índices de QI, que tem sido associada ao autismo e ao transtorno do déficit de atenção e hiperatividade (TDAH).

Por motivos como esse, preparar uma papinha caseira é uma das formas mais fáceis de afastar esse risco das crianças. A seguir, as nutricionistas Beatriz Valverde e Danielle Fontes ensinam três receitas fáceis de papinhas saudáveis, uma doce e duas salgadas.

Mesa com papinha e bananas

Papinha caseira é melhor para o bebê | Imagem: Shutterstock

Papinha caseira 

Lanchinho sabor banana

Dificuldade: fácil
Rendimento: 4 porções
Tempo de preparo: 20 minutos

Ingredientes
6 bananas da terra maduras
Suco de 1 limão
½ cebola pequena cortada
1 col. (sopa) de azeite de oliva
1 col. (chá) de gengibre ralado
1 e ½ col. (chá) de sal

Modo de preparo
1 – Corte a banana em rodelas e regue-as com o suco de limão.
2 – Refogue a cebola no azeite por três minutos. Depois acrescente as bananas, o gengibre e o sal, misturando bem.
3 – Deixe cozinhar por cinco minutos com a panela tampada. Não precisa colocar água, elas cozinham no próprio vapor.
4 – Desligue o fogo e amasse a mistura com um garfo. Sirva morno.

Papinha caseira salgada

Sabor carne

Dificuldade: fácil
Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 20 minutos

Ingredientes
1 col. (sobremesa) de manteiga
1 col. (chá) de cebola picada
2 col. (sopa) de carne moída
2 col. (servir) abóbora em cubos pequenos
1 col. (servir) de espinafre picado
2 col. (sopa) de cará ou inhame

Modo de preparo
1 – Refogue a carne moída com a manteiga e a cebola.
2 – Acrescente o cará ou inhame e a abóbora.
3 – Cubra com água e cozinhe até tudo ficar molinho.
4 – Amasse todos os ingredientes na hora de servir.

Sabor frango

Dificuldade: fácil
Rendimento: 2 porções
Tempo de preparo: 20 minutos

Ingredientes
2 col. (servir) de frango picado em cubos pequenos
1 col. (sobremesa) de manteiga
1 col. (chá) de cebola picada
1 mandioquinha cortada em cubos
½ abobrinha cortada em cubos
2 col. (servir) de couve picada

Modo de preparo
1 – Refogue o frango com a manteiga e a cebola.
2 – Em seguida acrescente os legumes e cubra com água.
3 – Cozinhe até deixar tudo macio. Amasse todos os ingredientes com um garfo e sirva.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Beatriz Valverde é nutricionista clínica e pós-graduanda de Nutrição Esportiva Funcional. Possui certificação em gastronomia pela Le Cordon Bleu (Paris). Amante de nutrição comportamental e mindful eating com dois artigos publicados e reconhecidos internacionalmente sobre esses temas.

Danielle Fontes é nutricionista formada pelo Centro Universitário São Camilo. Tem especialização em Terapia Nutricional e Nutrição Clínica pelo GANEP ( Grupo de Alimentação e Nutrição Enteral e Parenteral); especialização em Fitoterapia Funcional -Instituto Valeria Pascoal; é mestre em Ciências pelo Departamento de Oncologia e Radiologia da Faculdade de Medicina da USP e especialista em Teorias e Técnicas para Cuidados Integrativos pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Hirsch J. Heavy Metals in Baby Food: What You Need to Know. Consumer Reports, 2018.

Leia também