fbpx

Como deve ser a alimentação antes e depois da doação de sangue?

Postado em 31 de outubro de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

Descubra se é preciso ou não ficar em jejum, o que evitar e o que comer antes da coleta

Doar sangue é uma atitude que pode salvar vidas, afinal de contas, todo mundo pode precisar de ajuda em algum momento da vida. E se você quer se tornar um doador, que tal ficar de olho em alguns cuidados sobre a sua alimentação para estar preparado na hora da coleta?

Muita gente, por realizar exames de sangue de rotina, acredita que para se doar sangue, é preciso ficar em jejum ou evitar comer certos alimentos mais gordurosos. Mas será que isso é totalmente verdade?

Listamos a seguir o que você precisa saber sobre alimentação antes e depois de uma doação de sangue, inclusive o que evitar:

5 dicas de alimentação para a doação de sangue

Veja o que é recomendado comer antes e depois da coleta.

Homem doando sangue

Uma única doação de sangue pode salvar até quatro vidas. Doe! | Imagem: Shutterstock

Não fique em jejum

Para começar, esqueça a crença popular de que para se doar sangue é preciso estar em jejum. De acordo com o Ministério da Saúde, o doador não deve ficar em jejum de forma alguma, pelo contrário, ele precisa estar bem alimentado e descansado para a doação.

Mas evite alimentos gordurosos

De fato, você não precisa ficar em jejum. Mas ainda segundo o Ministério da Saúde, o ideal é evitar o consumo de alimentos gordurosos, como fast foods, pelo menos nas três horas que antecedem a doação sanguínea. Outra recomendação é evitar o consumo de bebidas alcoólicas 12 horas antes e 12 horas depois da doação.

Dietas não atrapalham

Se você está tentando perder peso, saiba que as dietas para emagrecimento não impedem a doação de sangue, segundo o Ministério da Saúde. Porém, a perda de peso não deve comprometer a saúde do doador e, portanto, o ideal é que ele receba um acompanhamento nutricional constante.

Tenha uma alimentação rica em ferro para a doação de sangue

Um estudo recém-divulgado na revista científica Transfusion apontou que a anemia ferropriva pode ser mais comum em doadores de sangue, em especial nas meninas mais jovens. Por isso, o manual do doador de sangue da American Red Cross Biomedical Services aponta que o consumo de peixe, feijão e cereais fortificados é importante para a dieta de um doador de sangue. Além disso, consumir alimentos ricos em vitamina C pode ajudar na melhor absorção do ferro.

Beba água

Depois de fazer a doação, consumir um lanche pode te ajudar a repor as energias. Mas mais do que isso, a hidratação pode ser importante nessa fase. O manual do doador de sangue da American Red Cross Biomedical Services sugere o consumo de água pelo menos de 10 a 30 minutos antes da doação e também após 15 minutos da coleta.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

 

Referências bibliográficas:

Study: Adolescent female blood donors at risk for iron deficiency and associated anemia. Transfusion, 2019.

A Student’s Guide to Blood Donation. American Red Cross Biomedical Services, 2019.

Ministério da Saúde, 2019.

Leia também