Exame de saliva para emagrecer? Conheça o teste que identifica o risco de doenças crônicas associado ao excesso de peso

Postado em 11 de março de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Uma pesquisa brasileira mostrou que a secreção pode revelar tendência ao acúmulo de gordura no corpo

Pessoa com a boca aberta com bastão para teste de saliva dentro

Rápidos, os testes de saliva podem identificar alterações no nosso organismo | Imagem: Shutterstock

A nossa saliva pode ser uma forma de identificação e até mesmo de prevenção de doenças. Por meio da coleta dessa secreção natural do corpo humano, é possível verificar, por exemplo, se a pessoa é soropositivo ou possui deficiências vitamínicas. E existe até o chamado exame de saliva para emagrecer, que nada mais é do que testes genéticos para traçar planos de emagrecimento a partir da análise dos genes de cada indivíduo, coletados a partir da saliva.

Tudo isso demonstra como a saliva é um instrumento poderoso para analisar nosso organismo. Teve até um estudo brasileiro publicado no Nutrition Research que avaliou o impacto do sobrepeso nas características físicas e químicas da saliva de adolescentes, e chegou a resultados interessantes. Entenda melhor a seguir.

A pesquisa

O trabalho ainda analisou outros componentes como pH, fósforo, ureia, cálcio, colesterol e ácido úrico, a fim de identificar sinais de acúmulo de gordura corporal nesses jovens. Para isso, foram selecionados 248 adolescentes. Os pesquisadores avaliaram a altura, o peso, o percentual de gordura corporal, o Índice de Massa Corpórea (IMC) e a massa magra de todos os participantes. E as amostras de saliva foram coletadas duas horas após os adolescentes fazerem a refeição e uma hora após a higiene oral.

Por trás do exame de saliva

Em adolescentes com gordura corporal acima do esperado pelo estudo, foram encontrados maiores níveis de ácido úrico na saliva. Outro resultado foi que os jovens do sexo masculino também tiveram maiores níveis de ácido úrico e de ureia.

Em relação aos outros componentes, não houve uma diferença significativa nos níveis analisados pela pesquisa. Com isso, os autores puderam concluir que o ácido úrico presente na saliva pode ser considerado um importante marcador de acúmulo de gordura corporal em adolescentes que ainda não apresentaram doenças crônicas associadas à obesidade.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Araujo D. et al. Salivary uric acid is a predictive marker of body fat percentage in adolescents. Nutrition Research, 2020.

Leia também



Assine nossa newsletter: