5 dicas para uma alimentação saudável para portadores do vírus HIV

Postado em 19 de dezembro de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

Confira as recomendações para fortalecer o sistema imunológico por meio da dieta

O vírus HIV é o responsável por atacar o sistema imunológico de seus portadores, deixando-os mais frágeis a eventuais doenças. Se a infecção não for detectada o quanto antes e controlada com ajuda de um profissional de saúde, pode avançar para um estágio mais complexo, que conhecemos como a síndrome da imunodeficiência adquirida, ou AIDS. Por isso, os portadores do vírus HIV precisam de mudanças em seu estilo de vida – inclusive na dieta – para fortalecer o quanto puderem o sistema imunológico.

Segundo o Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis do Ministério da Saúde, por meio de mudanças na dieta aliadas à prática de atividade física, é possível fortalecer a imunidade. Veja a seguir algumas recomendações:

Dicas para a dieta dos portadores de HIV

A principal recomendação é aumentar o consumo de alimentos mais saudáveis e reduzir a ingestão daqueles que não fazem muito bem ao organismo.

Pessoas formam uma roda com as duas mãos abertas, e cada indivíduo segura um laço vermelho. O ângulo da imagem é do alto, e apenas as mãos com os laços aparecem. O laço vermelho é uma referência aos portadores de HIV, que devem cuidar da sua dieta.

A adoção de hábitos saudáveis, a começar pela dieta, é importante para portadores de HIV fortalecerem o sistema imunológico | Imagem: Shutterstock

Praticar o mindful eating

Praticar o mindful eating, ou seja, comer com atenção plena, ao lado dos amigos e da família, evitando o estresse e a depressão, são práticas que podem ajudar os portadores do vírus HIV, segundo o Ministério da Saúde.

Consumir frutas e vegetais

Esse grupo alimentar precisa estar presente todos os dias nas refeições, de acordo com a diretriz do Ministério da Saúde. Também é indicado que se prefira as frutas e legumes que estejam em seu período de safra, pois eles estarão com maior quantidade de vitaminas e minerais.

Não esquecer das proteínas

O ideal é que o paciente procure incluir alimentos fonte de proteínas, animal ou vegetal, pelo menos uma vez ao dia, quatro vezes por semana. As proteínas são importantes na manutenção da saúde e ajudam a melhor evolução de pacientes com AIDS.

Comer mais fibras

Optar pelo consumo de alimentos integrais é importante para portadores do HIV, pois esses alimentos são ricos em vitaminas do complexo B e minerais. O ideal, segundo o Ministério da Saúde, é substituir as farinhas refinadas e arroz branco por produtos integrais, pois preservam melhor os nutrientes. Assim como arroz e pães integrais, os grãos como feijões, grão-de-bico, frutas, verduras e legumes são ótimas fontes de fibras.

Reduzir o açúcar e o sal

A redução de açúcar refinado na alimentação, assim como refrigerantes e guloseimas em geral, além do sal, é algo necessário nesse tipo de dieta. Um estudo divulgado pelo Diabetic Medicine, no Reino Unido, afirma que uma alimentação saudável pode ser capaz de reduzir o risco de diabetes em pessoas com HIV.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

 

Referências bibliográficas:

Manual clínico de alimentação e nutrição na assistência a adultos infectados pelo HIV. Departamento de Doenças de Condições Crônicas e Infecções Sexualmente Transmissíveis, Ministério da Saúde, 2006.

Duncan A. et al. Reducing risk of Type 2 diabetes in HIV: a mixed‐methods investigation of the STOP‐Diabetes diet and physical activity intervention. Diabetic Medicine, 2019.

 

Leia também



Assine nossa newsletter: