fbpx

Como a ciência estuda o uso de leite materno contra o novo coronavírus

Postado em 13 de junho de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

A amamentação é fundamental para manter a saúde e as defesas dos bebês

Bebê mamando no peito

O leite materno é fonte de nutrientes | Imagem: Shutterstock

O primeiro alimento dado às crianças e que é fonte essencial de nutrientes para a proteção e crescimento é o leite materno. Mas além de saciar as necessidades dos bebês, esse líquido precioso pode ser a chave para a ciência entender como lidar com um dos maiores problemas da atualidade: a pandemia de Covid-19.

De acordo com um estudo feito na Escola de Medicina Icahn, em Nova Iorque, nos Estados Unidos, o leite materno pode vir a ser um importante aliado na luta contra o novo coronavírus. Segundo as imunologistas responsáveis pela pesquisa, há evidências de anticorpos presentes no leite que são capazes de enfrentar a nova ameaça.

A pesquisa apontou que o leite materno é fonte de proteínas e anticorpos importantes, originários principalmente do sangue das lactantes. E por meio da amamentação, esses mecanismos de defesa do corpo podem passar da mãe para o bebê.

Testes clínicos

A comparação foi feita entre amostras de mães que doaram o leite materno antes da pandemia e de mães que cederam amostras do líquido após testarem positivo para a doença Covid-19.

Como resultado, o leite das mulheres que estavam infectadas pelo novo coronavírus apresentou um maior nível de IgA, uma imunoglobina que tem potencial de proteger os tecidos respiratórios no corpo humano.

Vale ressaltar também que ainda são necessários mais testes para comprovar o uso do leite materno como um aliado no combate e prevenção ao Covid-19.

Mulheres com Covid-19 podem amamentar? Faça nosso teste e descubra o que é verdade (e o que não é) sobre o novo coronavírus.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Fox A. et al. Evidence of a significant secretory-IgA-dominant SARS-CoV-2 immune response in human milk following recovery from COVID-19. Escola de Medicina Icahn, 2020.

Leia também



Assine nossa newsletter: