fbpx

9 dicas que ajudam a prevenir o câncer de mama

Postado em 23 de outubro de 2019 | Autor: Alice Pinho

Conheça os hábitos realmente capazes de evitar o aparecimento desse tipo de tumor

Aline Pinho

Alice Pinho* é nutricionista

O câncer de mama é o segundo tipo mais comum da doença no mundo, segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), podendo chegar a 25% de novos casos por ano. E dentre suas causas, pode-se citar os fatores genéticos e/ou o estilo de vida dos pacientes.

Embora muita gente ainda tenha medo de “herdar” a doença, é preciso deixar claro que os fatores genéticos são mais raros. Só cerca de 5% dos tipos de câncer estão relacionados diretamente com a genética. Porém, quando esse fator está presente, a chance de a pessoa desenvolver um câncer de mama aumenta bastante.

Nesses casos, principalmente quando já há um caso de câncer de mama na família, o ideal é procurar um oncogeneticista para realizar medidas de prevenção.

Veja também: As maiores fake news sobre o câncer

Por outro lado, quando falamos de estilo de vida, estamos falando de 95% dos casos de câncer, e entre os fatores relacionados podemos citar o cigarro, a obesidade, o sedentarismo, as alterações hormonais, a microbiota intestinal alterada, uma alimentação rica em alimentos processados cheios de aditivos químicos e o uso abusivo do álcool.

Por isso, é preciso pensar em adotar medidas no dia a dia para ajudar a prevenir o câncer de mama, pois ele ainda é um dos tipos de câncer que mais mata mulheres em todo o mundo. Algumas estratégias podem ajudar a melhorar o seu estilo de vida e auxiliar na prevenção. Aqui estão algumas delas:

Como prevenir o câncer de mama?

Cuide do intestino

A microbiota tem uma relação direta com o metabolismo dos hormônios femininos, por isso, o intestino deve funcionar diariamente e cuidando para evitar a disbiose.

Tome sol, mas com moderação

Tomar sol diariamente e avaliar como está a sua vitamina D também pode ajudar a prevenir o câncer de mama.

Tenha uma alimentação saudável

Coma frutas e verduras diariamente. Diversos trabalhos mostram que substâncias como os flavonoides têm um papel importante na prevenção do câncer de mama. Prefira os orgânicos.

Consulte sempre um especialista

Só faça reposição hormonal sob a orientação de um ginecologista. E se você tiver caso de câncer na família, consulte um oncologista.

Evite fumar

O uso do cigarro está relacionado com todos os tipos de câncer.

Pratique atividade física

Escolha alguma atividade que lhe dê prazer e que você consiga fazer como parte de seu estilo de vida.

Evite o consumo abusivo de álcool

Diversos estudos demonstram a relação do álcool com o câncer de mama.

Mantenha o peso saudável

A obesidade é fator de risco para diversos tipos de câncer.

Cultive a mente positiva

Evite muito estresse, mágoa ou outros sentimentos ruins. A meditação pode ajudar a desestressar e entrar em paz com você mesmo.

Além disso, as mulheres não podem se esquecer de realizar o autoexame e de ir ao ginecologista ou mastologista para fazer exames de rotina uma vez por ano como ultrassom e mamografia como forma de detecção precoce. Quanto mais cedo descoberto o câncer de mama, há mais chance de cura.

Alice Pinho é nutricionista formada há mais de 20 anos em Nutrição pela Universidade Federal da Bahia (UFBA) e especialista em Nutrição Oncológica pelo Instituto Nacional de Câncer (INCA). Atuou como professora universitária por mais de sete anos em disciplinas como Fisiopatologia da Nutrição, Fisiologia e Patologia e, por seis anos, na pós-graduação de Nutrição Clínica Funcional da VP (Vitalidade Positiva), como professora da disciplina Doenças Imunológicas e Câncer. Possui uma vasta experiência em atendimento de pacientes com câncer e já atendeu mais de 4 mil durante sua carreira. Atualmente mora nos EUA, é palestrante em cursos e congressos e ministra aulas online.

Referências bibliográficas:

Nutrients. 2019 Jul 3;11(7). pii: E1514. doi: 10.3390/nu11071514-

Pinho, Alice. Nutrição e Câncer: da Prevenção ao tratamento (bases científicas e prática clínica) Ed. São Paulo: PoloBooks,2018

INCA, 2019.

J Med Life. 2015;8(Spec Iss 4):6-11

BMC Cancer. 2017 Jan 23;17(1):69.

Leia também