Conheça os suplementos mais indicados aos pacientes com Alzheimer

Postado em 22 de fevereiro de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Estudo mostrou que pessoas com declínio cognitivo apresentaram melhora no estado mental após suplementação específica

Senhora segura um comprimido em uma mão e, na outra, um copo d'água.

Suplementação de selênio e probióticos pode contribuir com pacientes | Imagem: Shutterstock

O Alzheimer é uma doença progressiva capaz de afetar a memória e funções mentais importantes no dia a dia. Para evitar o declínio da função cognitiva, uma saída que tem chamado a atenção dos cientistas é o uso de suplementos.

Um estudo divulgado pelo periódico Clinical Nutrition teve como objetivo determinar os efeitos da suplementação de probióticos e de selênio na função cognitiva e no metabolismo de pessoas que possuíam a doença de Alzheimer (DA).

Para isso, foram selecionados pacientes com idades entre 55 e 100 anos. Eles foram separados em diferentes grupos de suplementação durante 12 semanas.

Suplementos contra o Alzheimer

Como resultado do estudo, o grupo de pacientes que recebia uma dose suplementar de selênio com probióticos apresentou uma melhora significativa no estado mental se comparado aos outros grupos.

Com isso, os pesquisadores puderam concluir que a suplementação de selênio e de probióticos durante 12 semanas em pacientes com doença de Alzheimer é capaz de melhorar sua função cognitiva e perfis metabólicos.

Mas vale lembrar que pessoas que sofrem com a doença de Alzheimer devem procurar um profissional de saúde para acompanhar os cuidados necessários e a melhor forma de se suplementar os nutrientes. Além disso, até o momento não existe indicação para uso de suplementos em geral em Alzheimer, a não ser que o paciente apresente uma deficiência nutricional.

Veja também: Dieta MIND para afastar o risco de demência

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Tamtaji OR. Probiotic and selenium co-supplementation, and the effects on clinical, metabolic and genetic status in Alzheimer’s disease: A randomized, double-blind, controlled trial. Clinical Nutrition, 2019.

Leia também



Assine nossa newsletter: