fbpx


4 alimentos para consumir em dias frios para evitar alergias respiratórias

Postado em 10 de junho de 2021 | Autor: Redação Nutritotal

Compostos presentes na dieta podem prevenir rinites

Tem gente que basta uma queda na temperatura para começar a sentir incômodos como coriza, espirros e olhos lacrimejando…  Mas sabia que para evitar que as temidas alergias respiratórias e seus sintomas surjam de surpresa nos dias mais frios, a solução pode estar na ponta do garfo? Isso porque existem alimentos que, segundo a ciência, podem proteger o sistema imunológico, caso façam parte de uma dieta equilibrada.

A seguir, conheça quatro dessas opções para incluir no seu dia a dia:

Alimentos contra alergias respiratórias

Mulher com lenço no nariz

Imagem: Freepik

Cebola

Para temperar o seu almoço, não deixe de usar a cebola. O alimento pode conter substâncias com atividade antialérgica e é rico em compostos de quercetina, capazes de melhorar os sintomas gerais da rinite alérgica. Um prato que combina com os dias frios em que você pode usar cebola é a sopa à chinesa.

Cúrcuma

Também conhecida como açafrão-da-terra, essa especiaria possui propriedades capazes de aliviar sintomas como espirros e congestão nasal, reduzindo a resistência ao fluxo aéreo no nariz. Ela também pode modular a resposta imune em pacientes com rinite alérgica. Experimente o tempero para preparar um arroz cremoso vegano na sua próxima refeição.

Gengibre

Comumente usado no preparo de chás e infusões, o gengibre pode oferecer propriedades antináuseas, anti-inflamatórias e analgésicas. Seu composto chamado gingerol pode ajudar o sistema imunológico no combate às alergias respiratórias. Para o jantar, experimente usar o gengibre em uma deliciosa sopa de abóbora.

Peixes (alimentos para um almoço caprichado sem alergias respiratórias!)

Ricos em vitamina D e ácidos graxos como o ômega 3, alguns peixes como atum, sardinha e salmão são excelentes opções para consumo. Além disso, estudos comprovam que crianças que comem peixe com frequência podem ter chances menores de desenvolverem alergias respiratórias com o passar do tempo. Vale ressaltar que, nas análises, as crianças que comeram peixes nos primeiros 12 meses de vida tiveram uma menor porcentagem de desenvolvimento de alergia. Uma sugestão de receita usando peixe é uma prática torta de sardinha light.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Warangkana A. et al. Antiallergic activities of shallot (Allium ascalonicum L.) and its therapeutic effects in allergic rhinitis. Asian Pac J Allergy Immunol. 2019.

Sihai W. et al. Effect of curcumin on nasal symptoms and airflow in patients with perennial allergic rhinitis. Ann Allergy Asthma Immunol. 2016.

Yoshiyuki K. et al. Prevention of allergic rhinitis by ginger and the molecular basis of immunosuppression by 6-gingerol through T cell inactivation. J Nutr Biochem, 2016.

Styliana V. et al. Eating fish and farm life reduce allergic rhinitis at the age of twelve. Pediatr Allergy Immunol., 2018.

-

Assine nossa newsletter: