fbpx


4 alimentos que previnem a demência

Postado em 17 de junho de 2022 | Autor: Redação Nutritotal

Veja como reverter a condição de declínio cognitivo leve

Será que existem alimentos que previnem a demência? Essa síndrome é responsável por comprometer a memória e a cognição, e costuma estar relacionada ao envelhecimento humano e aos hábitos seguidos ao longo da vida.

Apesar de a causa e os sintomas serem variados, algumas das manifestações mais comuns da demência são as doenças que afetam o domínio cognitivo, como o Alzheimer e o Parkinson. E por mais que não exista uma cura para essas condições, a ciência avalia formas de revertê-las.

Estima- que cerca de 1,5% dos casos de demência leve a moderada sejam reversíveis, e isso pode ser feito por meio da adoção de hábitos saudáveis no dia a dia, como praticar atividades físicas, cessar o tabagismo e, não menos importante, optar por uma alimentação saudável.

A seguir, listamos os principais alimentos que previnem a demência de acordo com estudos científicos. Confira:

4 alimentos que previnem a demência

Mãos segurando um cérebro

Imagem: Shutterstock

Nozes

Uma dieta enriquecida com nozes pode trazer benefícios na prevenção de distúrbios cerebrais e de doenças crônicas. Isso porque existem componentes dentro desses alimentos capazes de proteger o cérebro contra o estresse oxidativo e eventuais inflamações, que agravam a saúde cognitiva.

Chá verde

A bebida tradicional chinesa está associada a um potencial efeito neuroprotetor, que pode diminuir a atrofia cerebral relacionada à idade. Isso porque o chá verde é rico em polifenóis como as catequinas, que são compostos responsáveis por acelerar o metabolismo e protegê-lo de danos celulares.

Frutas

Opções como morangos, laranjas, maçãs, peras e bananas são fontes de flavonoides, necessários para a manutenção da função cognitiva e para reduzir o risco de demências como o Alzheimer.

Peixes

Ricos em ácidos graxos como o ômega 3, os peixes como atum e salmão estão relacionados à melhora da memória. Também fazem parte do cardápio da dieta mediterrânea, que é considerada um estilo dietético aliado no combate à demência. Mas vale ressaltar que toda mudança dietética deve vir acompanhada de orientação nutricional.

Outras recomendações

Além da escolha dos alimentos, é importante também fazer as refeições em um ambiente agradável e familiar, priorizando a prática de mindful eating (comer com atenção plena).

Já o uso de suplementos orais pode ser necessário para combater a desnutrição em pacientes com demências, mas não é indicado no caso de micronutrientes que estão presentes na dieta.

Que tal conhecer mais curiosidades sobre alimentos que fazem bem para a memória? Siga o Nutritotal – Para Todos no Instagram e confira dicas imperdíveis sobre nutrição!

*Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Risk reduction of cognitive decline and dementia. WHO, 2019.

Abha C. et al. Beneficial Effects of Walnuts on Cognition and Brain Health. Nutrients, 2020.

Victoria G. et al. Vitamin Supplementation and Dementia: A Systematic Review. Nutrients, 2022.

-

Assine nossa newsletter: