fbpx


Anti-inflamatório natural: 5 plantas que desempenham essa função

Postado em 6 de novembro de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Entenda como a fitoterapia pode ajudar no combate às inflamações

O nosso corpo passa, diariamente, por diversos processos inflamatórios. O problema é que alguns deles podem ser prejudiciais à saúde, ocasionando desde fatores como estresse e ansiedade até doenças mais letais. Para ajudar no combate aos radicais livres responsáveis por essas inflamações, uma aliada na prevenção e tratamento é a fitoterapia, área que estuda as plantas medicinais e suas aplicações. E a prática já revelou que existem espécies que podem exercer a função de anti-inflamatório natural.

Para conhecer algumas delas – cujo potencial já foi avaliado pela ciência -, confira nossa lista a seguir, elaborada a partir dos estudos elencados no final do post.

O que funciona como anti-inflamatório natural?

De acordo com um artigo de revisão publicado no Pharmaceutical Biology, o Brasil detém cerca de 20% do número total de espécies de plantas do mundo. São mais de 45 mil espécies que temos por aqui, o que pode explicar o número crescente delas sendo usadas para diversos fins, inclusive no combate a inflamações.

Pequi, um anti-inflamatório natural

Árvore nativa do cerrado brasileiro, o pequi dá um fruto muito utilizado na culinária | Imagem: Freepik

Pequi

Muitos conhecem seu fruto, consumido com arroz e galinhada na região centro-oeste. Mas o que poucos sabem é que o óleo do pequi (Caryocar brasiliense Cambess) pode conter propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias.

Posidonia oceanica

Na planta marinha, considerada uma espécie de alga, foi possível identificar um papel anti-inflamatório, em especial em um mecanismo de ação seguro para as células.

Acácia-branca

Fonte de vitaminas na alimentação, a acácia-branca também é conhecida em alguns lugares do Brasil como moringa. Desde suas sementes até suas folhas são popularmente conhecidas como benéficas à saúde. Falando em âmbito científico, análises feitas em ratos indicaram que os extratos da acácia-branca exerceram um significativo potencial antioxidante, anti-inflamatório e antiartrítico. Mas são necessários mais estudos para entender os efeitos em humanos.

Assista também: 5 plantas para ajudar na digestão

Copaíba

Um dos produtos naturais mais utilizados na medicina popular brasileira, a copaíba, além de atividade anti-inflamatória, possui ainda outras propriedades que fazem bem para a saúde, como antimicrobiana e antioxidante.

Sabugueiro

A Sambucus australis Cham. & Schltdl. (Adoxaceae), conhecida como sabugueiro, é outra planta amplamente utilizada na medicina popular brasileira. E seu uso inclui o tratamento de doenças inflamatórias e respiratórias. Além disso, o sabugueiro contém propriedades diuréticas e antipiréticas.

Você sabia que consumir alimentos anti-inflamatórios ainda pode proteger o seu coração? Entenda a relação clicando aqui.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Victor P. et al. Brazilian medicinal plants with corroborated anti-inflammatory activities: a review. Pharmaceutical Biology, 2018.

Lucilia. T. et al. Pequi (Caryocar brasiliense Camb.) almond oil attenuates carbon tetrachloride-induced acute hepatic injury in rats: Antioxidant and anti-inflammatory effects. Food and Chemical Toxicology, 2016.

Marzia V. et al. Anti-inflammatory properties of the marine plant Posidonia oceanica (L.) Delile. Journal of Ethnopharmacology, 2020.

Ammara S. et al. Antioxidant, anti-inflammatory and antiarthritic potential of Moringa oleifera Lam: An ethnomedicinal plant of Moringaceae family. South African Journal of Botany, 2020.

Lucas F. et al. Skin Wound Healing Potential and Mechanisms of the Hydroalcoholic Extract of Leaves and Oleoresin of Copaifera langsdorffii Desf. Kuntze in Rats. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, 2017.

Franciane M. et al. Potential anti-inflammatory, antioxidant and antimicrobial activities of Sambucus australis. Pharmacology Biology, 2017.

-

Assine nossa newsletter: