fbpx


Como identificar fake news sobre alimentação?

Postado em 9 de julho de 2021 | Autor: Redação Nutritotal

Te ajudamos a não cair nos boatos que circulam por aí

Com apenas um clique, uma notícia pode viralizar nas redes sociais. E muitas delas, infelizmente, são baseadas em achismos e crenças que podem acabar trazendo desinformação a quem as lê. São as famosas fake news, ou notícias falsas. E nem a nutrição está livre delas. Alguns exemplos comuns de notícias falsas dessa editoria incluem o boato de que limão no copo pode matar ou que o alho cura o coronavírus. Mas você sabe como identificar fake news?

Existem diversos fatores que podem te ajudar a reconhecer uma informação mentirosa. Para não cair nesses mitos, confira as dicas da equipe Nutritotal a seguir.

Como identificar fake news? 8 passos para não cair em mitos sobre alimentação

Mulher segurando placa escrito "fake news"

Imagem: Freepik

Verifique a fonte

Geralmente as mensagens acompanham links, então certifique-se de que a fonte é confiável. Além do próprio Nutritotal Para Todos, listamos abaixo alguns dos sites mais confiáveis:

E quando o texto não acompanhar um link ou a fonte, pesquise sobre o assunto. Se houver algum desses sites falando sobre, aí sim pode ter certeza do conteúdo.

Extremismos e milagres

Desconfie de recomendações que parecem solucionar um grande problema, pois não existe um único alimento que poderá te trazer total saúde. O que existem são hábitos alimentares saudáveis que, combinados a um estilo de vida saudável (ou seja, prática de esportes, boas horas de sono, entre outros), podem contribuir para uma melhora na qualidade da sua saúde.

Quantidades

Recomendações e orientações nutricionais que carregam quantidades são muito específicas e, geralmente, não são válidas para todas as pessoas. Por exemplo: “comer três castanhas-do-pará ao dia é o ideal para adquirir a quantidade recomendada de selênio”. Nem sempre essa quantidade é o que seu corpo necessita, então faça uma consulta com um nutricionista antes de aderir a números que podem não ser os ideais para você.

Dieta “X”

Nem toda dieta que sai na internet tem por trás um nutricionista ou profissional capacitado que a elaborou. Então, antes de iniciar uma nova dieta como a que deu certo para algum conhecido, informe-se através de uma consulta com um nutricionista ou pesquise em alguma das fontes que citamos para verificar se a dieta tem mesmo embasamento científico.

Veja alguns mitos e verdades sobre as dietas da moda

Dr. Fulano

Não dissipe informação sobre saúde e alimentação porque na mensagem veio o nome de um médico ou nutricionista. Pesquise e confirme se, de fato, um profissional escreveu sobre determinado assunto. E, se ele escreveu, confira no que ele se baseou para comentar ou recomendar tal orientação.

Confira a data

Os estudos e pesquisas estão sempre trazendo novas respostas sobre alimentação. Por isso, verifique a data da notícia pois, o que era verdade ano passado, hoje pode já não ser mais.

Não se limite ao título

Leia todo o conteúdo para ter certeza de que o que está proposto no título é confirmado pelo restante do texto e se a fonte é confiável também.

Leia com atenção

Erros de português podem ser cometidos por todas as pessoas, mas fake news geralmente são elaboradas por pessoas sem conhecimento prévio no assunto e têm maior probabilidade de cometerem erros na escrita.

Não compartilhe!

Se algum dos pontos acima, após verificado, colocaram uma pulguinha atrás da sua orelha, não compartilhe! Outras pessoas podem não ter o mesmo conhecimento que você ganhou aqui, podendo disseminar por aí uma notícia falsa e uma orientação que pode ser prejudicial à saúde. Não basta só saber como identificar fake news, também é necessário quebrar o ciclo delas!

Compartilhe apenas informação de qualidade, combinado? Uma dica é este vídeo do médico Dan Waitzberg, diretor do Nutritotal, que desmistifica as maiores notícias falsas sobre o câncer:

Siga o Nutritotal Para Todos no YouTube, Instagram e Facebook e fuja das fake news!

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Fonte:

Equipe Nutritotal – composta por profissionais especializados em nutrição clínica e em divulgação científica.

-

Assine nossa newsletter: