fbpx


Magro doente e obeso saudável: como isso acontece?

Postado em 23 de outubro de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Pessoas que apresentam um perfil metabólico saudável ainda podem estar suscetíveis a doenças

Na sua família ou em seu ciclo de amigos, provavelmente você já deve ter visto casos de pessoas que são muito magras, mas ainda assim possuem doenças como colesterol e diabetes. Ou então, que estão acima do peso, mas se mantêm saudáveis. Afinal, como isso é possível? O assunto ainda rende muitas discussões, inclusive no meio científico. Os nutricionistas costumam chamar essa situação de “estado metabolicamente saudável” que representa um caso em que o excesso de peso não apresenta riscos eminentes à saúde.

Entenda a seguir um pouco mais sobre esse assunto:

4 dúvidas sobre estado metabolicamente saudável

Entenda sua relação com a obesidade.

Mulher segurando balança com expressão de dúvida

Entenda o conceito e tire suas dúvidas | Imagem: Freepik

O que é?

O estado metabolicamente saudável, segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, consiste em pessoas que estão acima do peso, mas que mantêm um perfil metabólico saudável, ou seja, não desenvolvem doenças e comorbidades relacionadas à má alimentação e ao sedentarismo.

Como uma pessoa consegue esse estado?

Não existe uma fórmula mágica que faça com que pessoas obesas continuem metabolicamente saudáveis. Um estudo publicado pelo Obesity Facts comparou pessoas com obesidade metabolicamente saudável e com obesidade metabolicamente não saudável. Como resultado, os pesquisadores apontaram que as causas desses estados variam de acordo com diferentes definições de obesidade e dos distúrbios metabólicos em cada pessoa, como colesterol, triglicerídeos, pressão alta, idade, sexo, entre outros. Além disso, os pesquisadores reforçam que a definição de obesidade é uma só, e não possui abertura para outras definições.

É importante mantê-lo?

Segundo um estudo publicado no periódico Medicine, indivíduos obesos com saúde metabólica correm um maior risco de avançar para um estado não saudável. Portanto, é necessário aconselhar essas pessoas a manter ou adotar um estilo de vida saudável, de modo a contrabalancear os efeitos adversos da obesidade. Ou seja, é importante manter o estado metabolicamente saudável, mas mais do que isso, é fundamental lutar contra a obesidade para que a pessoa não faça parte do grupo de indivíduos metabolicamente não saudáveis. Por fim, vale lembrar que a obesidade, por si só, já é um estado inflamatório, o que já é um risco para quaisquer alterações metabólicas.

Quais riscos à saúde alguém com um estado metabolicamente saudável pode ter?

De acordo com o artigo da Sociedade Brasileira de Cardiologia, a obesidade ainda é reconhecida como um fator de risco importante no desenvolvimento de várias complicações metabólicas. Por isso, pessoas que apresentam um perfil metabólico saudável ainda podem estar suscetíveis a doenças cardiovasculares, diabetes, colesterol alto, hipertensão, entre outras comorbidades.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Mauara S. et al. É possível identificar facilmente mulheres obesas metabolicamente saudáveis? SBC, 2018.

Yan Z. et al. The prevalence of metabolically healthy and unhealthy obesity according to different criteria. Obesity Facts, 2019.

Hanli L. et al. The prevalence, metabolic risk and effects of lifestyle intervention for metabolically healthy obesity: a systematic review and meta-analysis. Medicine, 2017.

Assine nossa newsletter: