fbpx


Gasto Energético Basal: calcule o quanto seu corpo gasta de energia

Postado em 3 de maio de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

O GEB é a quantidade de energia que o seu corpo utiliza internamente para sobreviver

mulher dormindo tranquilamente

O GEB mostra o quanto de energia nosso organismo gasta de forma involuntária, como quando dormimos / Imagem: Pixabay

Você já ouviu falar sobre Gasto Energético Basal? Trata-se de uma equação que estima a quantidade de energia necessária ao nosso organismo para a manutenção das funções vitais em repouso, em jejum de 10 a 12 horas.

Afinal de contas, o nosso corpo é uma máquina que trabalha 24 horas por dia, sete dias por semana, mesmo quando a gente não percebe. É a respiração automática, a digestão, a energia para acordar disposto no dia seguinte, entre tantas outras ações que compõem o que os médicos chamam de gasto energético.

Parte dessas energias gastas em funções diárias foi estudada mais a fundo por dois médicos no início do século XX. Ao tentarem descobrir mais respostas sobre o metabolismo basal humano, os médicos James Harris e Francis Benedict criaram a equação Harris-Benedict, que passou a ser usada para descobrir a parcela de energia gasta no metabolismo de maneira involuntária, e assim, surgiu o termo Basal Metabolic Rate, que no Brasil, foi traduzido como Gasto Energético Basal (GEB).

Fatores de mudança

Podendo ser aplicado em todas as idades, mas sendo mais indicada para adultos saudáveis, o Gasto Energético Basal pode ser calculado de acordo com a altura, o peso e a idade de uma pessoa, resultando no gasto em calorias que o corpo precisa diariamente para manter suas funções vitais.

Apesar de ser possível calcular o GEB, é importante ressaltar que é um resultado que pode variar com uma série de fatores. Um estudo divulgado no livro Endocrinology: Adult and Pediatric, em 2016, diz que estados clínicos como febre, gravidez, uso de medicamentos, câncer, insuficiência cardíaca, entre outros, podem aumentar os valores de calorias no cálculo. Já a obesidade, desnutrição, anorexia, insuficiência adrenal e uso de drogas sedativas são capazes de diminuir esse valor.

Portanto, apenas um profissional de saúde capacitado pode ajudar a entender o cálculo real para definir o Gasto Energético Basal mais preciso em cada pessoa, de acordo com os fatores de risco individuais.

A seguir, experimente um teste rápido do GEB para descobrir a quantidade de calorias usada para a manutenção das funções vitais no seu organismo.

Calcule o seu Gasto Energético Basal

TMB Mulher

Altura (Ex: 170):
Idade (anos):
Peso (Kg):

TMB Homem

Altura (Ex: 170):
Idade (anos):
Peso (Kg):

Sendo P o peso, A a altura e I a idade

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Roy E. Weiss, Samuel Refetoff, in Endocrinology: Adult and Pediatric (Seventh Edition), 2016.

Yatabe T. Strategies for optimal calorie administration in critically ill patients. J Intensive Care, 2019.

Frakenfield DC. et ai. The Harris-Benedict studies of human basal metabolism: history and limitations. J Am Diet Assoc, 1998.

Assine nossa newsletter: