fbpx

5 dicas para fazer a introdução alimentar do bebê

Postado em 26 de dezembro de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

Formas eficientes para adaptar a alimentação dos pequenos por meio do método conhecido como BLW

Até os seis meses de vida, o aleitamento materno deve ser a única forma de nutrição das crianças. Mas a partir do momento que começa a transição para a alimentação sólida, é preciso levar em conta alguns cuidados nessa introdução alimentar do bebê.

Além da já conhecida papinha, um método que pode ser usado pelas mães é o chamado Baby-Led Weaning (BLW), que pode ser traduzido como o desmame guiado pelo bebê. De acordo com um artigo publicado no periódico Childhood Obesity and Nutrition, crianças a partir do sexto mês têm capacidade motora para guiarem a própria ingestão e, por isso, todas aquelas que exibem crescimento e desenvolvimento adequados podem ser aptas a iniciarem o consumo de alimentos em pedaços.

Confira como fazer a introdução alimentar para seu bebê com outras dicas listadas nesse artigo:

Recomendações para fazer a introdução alimentar do bebê

Além de escolher os alimentos mais adequados, é preciso preparar o ambiente e manter a calma.

Garotinha sentada em caldeirão comendo um legume com as mãos, praticando a alimentação BLW

A alimentação BLW permite à criança uma experiência completa com o alimento, sentindo seu sabor, cheiro e textura | Imagem: Shutterstock

Coma junto com seu bebê, sempre que possível

Ofereça a ele os mesmos alimentos saudáveis ​​que o resto da família está comendo, em tamanhos e formas que ele pode administrar, para ajudar no processo. Com isso, o bebê poderá assistir outras pessoas comendo os mesmos alimentos e saber que é seguro comer.

Escolha alimentos saudáveis

Legumes levemente cozidos, frutas cruas, queijo, ovos bem cozidos, carnes cozidas e produtos à base de grãos são adequados, desde que sejam preparados sem adição de sal e açúcar.

Cuide do ambiente

Coloque um tapete limpo embaixo de onde o bebê está sentado, para que o chão fique protegido e a comida que cair possa ser devolvida ao prato.

Garanta que o bebê fique no controle de sua alimentação

Isso significa confiar que ele saiba quando começar a explorar alimentos sólidos, o que comer em uma refeição específica e o quanto comer.

Seja paciente

As refeições podem demorar, especialmente nos primeiros dias, quando a criança está aprendendo a comer. E não se assuste com as reações da criança ao descobrir cada alimento, isso pode assustá-la.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Rappley G. et al. Baby-Led Weaning: A New Frontier? Childhood Obesity and Nutrition, 2015.

Leia também



Assine nossa newsletter: