fbpx


A sobremesa de Páscoa perfeita para diabéticos

Postado em 2 de abril de 2021 | Autor: Redação Nutritotal

Bolo de brigadeiro diet é ideal para encerrar o cardápio da festa

Na Páscoa, muitas famílias seguem como tradição uma mesa farta, com pratos deliciosos e caseiros. E para finalizar o cardápio da celebração com chave de ouro, não pode faltar aquela sobremesa de Páscoa especial com um dos alimentos mais relacionados à festa: o chocolate. O Nutritotal Para Todos traz hoje uma receita saborosa com o ingrediente, e o melhor: que pode, inclusive, ser consumida por diabéticos.

Lembre-se que para este ano, por conta da pandemia, ainda é preciso evitar aglomerações. Mas não deixe a data passar em branco e prepare uma refeição especial. Manter as tradições e sair um pouco da rotina pode nos ajudar neste momento! E com certeza a celebração ficará muito mais saborosa com este bolo de brigadeiro diet. A receita é da Sociedade Brasileira de Diabetes. Vamos aprender?

Sobremesa de Páscoa: bolo de brigadeiro diet

Sobremesa de Páscoa para diabéticos, bolo de brigadeiro fatiado

Imagem meramente ilustrativa | Freepik

Rendimento: 16 porções
Tempo de preparo: 1h

Ingredientes:

Massa:

  • 2 gemas
  • 1 xíc. (chá) de água quente
  • ½ xíc. (chá) de óleo
  • ½ xíc. (chá) de adoçante dietético em pó, próprio para forno e fogão
  • ½ xíc. (chá) de cacau em pó
  • 2 xíc. (chá) de farinha de trigo
  • 1 col. (sopa) de fermento em pó
  • 4 claras

Recheio e cobertura:

  • 2 col. (sopa) de amido de milho
  • 2 xíc. (chá) de leite desnatado
  • ½ xíc. (chá) de creme de leite light
  • 150 g de chocolate dietético picado

Para enfeitar:

  • 4 col. (sopa) de chocolate granulado dietético

Modo de preparo:

  1. Comece pela massa. Bata no liquidificador as gemas, a água, o óleo, o adoçante e o cacau.
  2. Coloque em uma vasilha e misture a farinha de trigo e o fermento.
  3. Bata as claras em neve e acrescente-as delicadamente à massa.
  4. Coloque em uma forma redonda média untada com óleo e polvilhada com farinha de trigo.
  5. Asse em forno médio (180 ºC), preaquecido, por cerca de 30 minutos. Espere esfriar.
  6. Para o recheio e a cobertura, dissolva o amido no leite e leve ao fogo até engrossar. Reserve.
  7. Leve o creme de leite com o chocolate ao banho-maria até derreter bem.
  8. Retire e misture os dois cremes, batendo bem para ficar cremoso.
  9. Na montagem, abra o bolo ao meio e recheie.
  10. Feche, coloque a cobertura e salpique o granulado.
  11. Deixe na geladeira até a hora de servir.

Diabetes x chocolate

Engana-se quem pensa que o consumo de chocolate é um dos responsáveis pelo aumento do risco de diabetes. O que influencia, na verdade, são os açúcares presentes no alimento. Em versões dietéticas ou no chocolate amargo, a relação é até mesmo inversa. Estudos apontam que o consumo diário e moderado de chocolate pode melhorar as enzimas hepáticas do nosso organismo e, por consequência, protegê-lo contra a resistência à insulina, um fator de risco bem estabelecido para distúrbios no coração. Vale ressaltar que ainda são necessários mais estudos para entender essa relação.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Sociedade Brasileira de Diabetes, 2019.

Ala’A A. et al. Daily chocolate consumption is inversely associated with insulin resistance and liver enzymes in the Observation of Cardiovascular Risk Factors in Luxembourg study. BJN, 2016.

-

Assine nossa newsletter: