fbpx


Deixar de comer batata não diminui o peso corporal, diz estudo

Postado em 28 de novembro de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Relação com fatores que levam à obesidade pode estar no método de cocção

Originária da América, a batata é um alimento bastante versátil e pode ser consumida assada, sauté, amassada, cozida, em forma de purê ou na popular versão frita – para citar só algumas das suas possibilidades culinárias. Porém, não é todo mundo que consome esse tubérculo com a consciência tranquila. Afinal, ele é fonte de carboidratos, como o amido, e quando há um excesso, pode estar relacionado ao aumento de peso. É por isso, também, que muita gente se questiona se pode comer batata na dieta.

Essa dúvida também tem intrigado a ciência. E pesquisadores estão investigando se a batata, de fato, tem relação com fatores de risco do sobrepeso ou não. Um dos estudos mais recentes que exploraram essa associação foi publicado pelo periódico Clinical Nutrition. No trabalho, cientistas compararam diferentes formas de cocção da batata, e descobriram que não é toda versão que impacta na obesidade.

Entenda as conclusões dos pesquisadores a seguir e veja se vale a pena dar uma chance ao tubérculo no cardápio.

Batatas

Imagem: Freepik

Pode comer batata na dieta? Engorda ou não engorda?

Os pesquisadores analisaram o consumo de batata por quantidade, tipo de processamento, padrão alimentar geral e qualidade dos nutrientes das refeições em relação à pressão alta e ao Índice de Massa Corporal (IMC). No total, 2.696 participantes com idades entre 40 e 59 anos participaram do estudo.

Não foram encontradas quaisquer associações entre o consumo de batata convencional com o aumento da pressão alta ou do IMC. Nas formas cozida, amassada, assada ou como base alimentar, o tubérculo não mostrou nenhuma consequência nesses fatores.

Falando em batata frita, contudo, foi encontrada alguma ligação entre o seu consumo com o aumento de peso e hipertensão.

Portanto, os cientistas apontam que o método de cocção pode estar mais relacionado a obesidade e suas comorbidades do que a composição do alimento natural. Mas vale ressaltar que mais estudos são necessários para compreender mais a fundo essas associações.

E qual tipo de batata tem mais nutrientes?

O Nutritotal Público Geral comparou três tipos de batata: doce, inglesa e baroa. De todas, a inglesa costuma ser a mais consumida pelos brasileiros. Já a baroa, também conhecida como mandioquinha, guarda um sabor adocicado muito explorado em receitas culinárias. E a batata-doce tem feito fama especialmente entre os atletas. Mas qual delas é a mais nutritiva? Veja no infográfico a seguir:

Infopost nutrientes da batata

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Ghadeer S. et al. Potato consumption, by preparation method and meal quality, with blood pressure and body mass index: The INTERMAP study. Clinical Nutrition, 2020.

-

Assine nossa newsletter: