6 alimentos que fazem bem para você e para o seu pet

Postado em 21 de maio de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Conheça alimentos que consumimos e que cães e gatos também podem experimentar

Tutores de cães sabem bem que durante o almoço ou jantar, aquela carinha pedindo comida faz parte da rotina. Muitos acabam cedendo um pedaço, enquanto outros são mais rígidos com a alimentação dos animais. E é importante manter o equilíbrio, pois não é tudo o que comemos que o cachorro pode comer.

Segundo um artigo de revisão publicado pelo Translational Animal Science, tutores de animais de estimação se interessam cada vez mais por oferecer ingredientes e alimentos de qualidade humana a cães e gatos. Se você se encaixa nesse grupo, veja a seguir quais alimentos podem fazer bem tanto para a sua saúde quanto para a do seu pet:

O que consumimos e o cachorro pode comer também

A lista abaixo também engloba os gatos!

Casal oferecendo cenoura para cachorro, que a cheira

Nutritiva, a cenoura pode ser oferecida aos animais | Imagem: Shutterstock

Frutas

Grande parte das frutas consumidas por humanos também podem ser opções de petisco para os pets. Exemplos que podem trazer benefícios e nutrientes como vitaminas A, C, potássio e fibras, segundo o American Kennel Club, incluem a maçã, a banana, a manga, o morango, a pera, o abacaxi, a melancia e o pêssego. Já outras frutas, como cerejas, uvas, abacate, carambola e tomate devem ser evitadas para animais de estimação por conterem substâncias que podem ser tóxicas à saúde deles.

Legumes e verduras

Aqui o cardápio é ainda maior. A cenoura é uma fonte de betacaroteno e vitamina A para os animais. O salsão é fonte de vitaminas do complexo B e pode ajudar na saúde do coração, de acordo com o American Kennel Club. Só tome cuidado com aspargos e cebolas, em especial para os gatos, que podem causar vômito, diarreia e dor de estômago nos animais.

Queijo

Acredite se quiser, mas cães e gatos podem consumir queijo. O alimento é fonte de proteína e cálcio tanto para os peludos quanto para os humanos, mas é preciso tomar cuidado com as escolhas. Opte por oferecer cottage, muçarela e queijos que levem menos sódio e gorduras. E evite os chamados queijos azuis, como gorgonzola e roquefort, pois a fermentação pode atrapalhar a digestão. Além disso, consulte um veterinário para saber se seu amigo de quatro patas pode consumir esse tipo de alimento, pois assim como humanos, alguns podem ter intolerância à lactose.

Ovos

Assim como os queijos, os ovos podem ser opções proteicas para cães e gatos. Mas antes de dar o alimento, lembre de cozinhá-lo bem para evitar contaminação de bactérias ou provocar deficiência de biotina nos pets.

Mel

Fonte de magnésio, cobre, potássio e vitaminas A, B, C, D, E e K, o mel é mais um alimento permitido para os animais de estimação. Em pequenas quantidades, ele pode até ser útil para ajudar cães no combate a alergia à pólen. Só tome cuidado se o peludo for diabético.

Amendoim

O petisco sem adição de sal ou açúcar pode ser uma opção saborosa para pets e, assim como para humanos, ser fonte de gorduras boas e proteínas. Mas nem toda oleaginosa pode ser dada a cães e gatos: amêndoas e macadâmias são até tóxicas para eles.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Oba P. et al. True nutrient and amino acid digestibility of dog foods made with human-grade ingredients using the precision-fed cecectomized rooster assay. Translational Animal Science, 2019.

Fruits and Vegetables Dogs Can or Can’t Eat. American Kennel Club, 2019.

Human Foods Dogs Can and Can’t Eat. American Kennel Club, 2019.

Leia também



Assine nossa newsletter: