fbpx

A ciência estuda o papel da alimentação para manter a saúde mental em tempos de pandemia

Postado em 17 de outubro de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Voltar à rotina por meio de melhores hábitos alimentares é mais urgente do que nunca

Pessoa segurando pote de vidro com diversos alimentos como frutas e vegetais

Precisamos manter o equilíbrio da nossa alimentação | Imagem: Freepik

A saúde mental é tão importante quanto a saúde física, ainda mais em tempos de pandemia, quando por conta do isolamento social tivemos que mudar nossa rotina e também lidar com muitas perdas. Alguns perderam pessoas queridas, outros ficaram sem emprego e o lazer fora de casa não é mais o mesmo. Nesse contexto, muita gente tem se perguntando como é possível preservar a saúde mental. E sabia que a alimentação pode ser de grande ajuda?

A relação entre a alimentação e a saúde mental na pandemia vem sendo estudada pela ciência. Para aqueles que têm se sentido mais estressados pelo atual momento, por exemplo, um artigo científico publicado no periódico Obesity Medicine mostrou que fatores como o estresse podem ser aliviados por meio da nutrição.

Segundo os pesquisadores, voltar à rotina por meio de melhores hábitos alimentares é mais urgente do que nunca para melhorar o sistema imunológico do corpo, à medida que o novo coronavírus continua a se espalhar.

Dicas de alimentação para preservar a saúde mental na pandemia

Dentre as mudanças, é importante priorizar uma dieta balanceada, com foco em frutas, vegetais, grãos integrais, proteína vegetal e animal e gorduras saudáveis, que sejam fontes de nutrientes essenciais como vitaminas D e E, zinco, ômega-3 e ácidos graxos poli-insaturados. Além disso, ter uma boa hidratação também é uma atitude necessária para uma vida saudável.

O artigo sugere ainda que em momentos de estresse, é preciso manter uma programação de atividades diárias de rotina, sendo essencial desligar todos os dispositivos que causam distrações nas horas das refeições, como TV e celulares. Mais uma recomendação é mastigar os alimentos lentamente, enquanto prestamos atenção em seu cheiro e sabor.

Por fim, os pesquisadores também sugerem duas outras atividades ao decorrer do dia: ter um tempo para praticar atividades físicas regulares e ter uma boa noite de sono, estabelecendo horários fixos para a hora de dormir.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Ahmed A. Dietary habits in adults during quarantine in the context of COVID-19 pandemic. Obesity Medicine, 2020.

Leia também



Assine nossa newsletter: