fbpx

Dieta plant-based e seus benefícios para a saúde da mulher

Postado em 4 de julho de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Estudo comparou os efeitos dessa alimentação em relação ao excesso de gordura no corpo

Tigela com vários vegetais. Mãos femininas seguram o objeto.

A dieta diminui o consumo diário de proteínas animais | Imagem: Shutterstock

Baseada na alimentação que prioriza alimentos vegetais e grãos para a nutrição, a dieta plant-based ganhou popularidade nos últimos anos. E não apenas pelo seu foco na perda de peso, mas também por ações que podem ajudar na preservação do meio ambiente.

Para saber quais efeitos a dieta baseada em plantas pode trazer ao corpo, um estudo publicado no periódico The Journal of Nutrition comparou os efeitos dela associados à adiposidade (excesso de gordura) e a um menor risco de doenças relacionadas ao coração em mulheres.

Com isso, os pesquisadores investigaram os benefícios e riscos que ela pode ocasionar, analisando biomarcadores e três índices dessa dieta: um de modo geral, um com foco no lado saudável dela e outro no não saudável.

Hormônios variáveis

Na comparação final, o índice saudável da dieta plant-based estava associado a concentrações mais baixas de insulina e leptina, que são hormônios associados ao diabetes e inflamação, respectivamente.

Com isso, o estudo concluiu que a adesão a uma dieta saudável à base de plantas está associada a mudanças favoráveis ​​e em longo prazo no que diz respeito aos fatores ligados à adiposidade em mulheres. Mas mais estudos são necessários para entender os efeitos dessa dieta de maneira geral.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Megu B. et al. Change in Plant-Based Diet Quality Is Associated with Changes in Plasma Adiposity-Associated Biomarker Concentrations in Women. The Journal of Nutrition, 2019.

Leia também



Assine nossa newsletter: