fbpx

4 recheios mais saudáveis para sua pizza

Postado em 24 de julho de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Aprenda combinações e outras dicas para deixar o prato mais leve

De origem italiana, a pizza, tradicional massa regada com molho de tomate e recheios variados, é uma opção prática e saborosa para as refeições. Mas muita gente evita consumi-la por conta das calorias, conservantes e sódio presentes em alguns dos ingredientes. Porém, mesmo para quem tem essa preocupação, dá para consumir o prato, basta substituir alguns itens no preparo e optar por recheios mais saudáveis na pizza.

De acordo com a nutricionista Ana Carolina Vicedomini, certos ingredientes podem tornar sua massa rica em nutrientes que trazem benefícios a saúde e com poucas calorias. Ela lista abaixo alguns cuidados para turbinar sua pizza de maneira mais leve e saborosa e explica os benefícios de cada ingrediente:

Massa e molho mais leves

Veja dicas para deixar sua pizza em uma versão com menos calorias e melhor para a saúde.

Pizza

Um molho de tomate caseiro e uma massa de farinha integral contribuem para uma pizza mais leve | Imagem: Freepik

Para a massa da sua pizza, você pode utilizar tanto opções prontas – encontradas no supermercado – de frigideira ou forno como preparar versões caseiras. Vale optar pelo consumo daquelas com farinha integral.

O molho de tomate é mais um ingrediente comum na pizza e, ainda, aliado da saúde. O preparo é rico em vitaminas A e C, que auxiliam na manutenção do sistema imunológico, além de fósforo, potássio, cálcio e magnésio que participam da contração muscular na saúde dos ossos. Mas, no lugar do industrializado, prefira molhos caseiros. Aprenda a preparar um delicioso clicando aqui.

Dicas de recheios saudáveis para pizza

As opções a seguir não levam carne, podendo ser consumidas por vegetarianos que ingerem queijos.

Brócolis, tomate, manjericão e mussarela de búfala

O brócolis é fonte de fibras que auxiliam no funcionamento intestinal, além de proteínas importantes para função muscular, cálcio, magnésio e vitaminas A, C, E e K, que são vitais para o bom funcionamento do organismo, mantendo a saúde do sistema imune.

O manjericão oferece benefícios ao sistema digestivo e possui ômega 3, propriedades anti-inflamatórias, vitaminas A, C e K, antioxidantes e minerais como cálcio, magnésio, manganês, ferro e cobre.

Já a mussarela de búfala é rica em proteínas e cálcio, que são importantes para construção e contração muscular na saúde dos ossos.

Shiitake + shimeji + mussarela + molho de tomate + rodelas de tomate + manjericão e leve toque de parmesão

Shiitake e shimeji são cogumelos ricos em vitaminas do complexo B, que auxiliam no metabolismo para produzir energia e possuem papel importante nas funções hormonais e metabólicas para o bom funcionamento do organismo.

Além disso, contam com vitamina D, responsável por reabsorção óssea e transporte intestinal de cálcio, e com propriedades imunomoduladoras. São ricos ainda em cobre, que é importante para o transporte de oxigênio celular; em zinco, que ajuda na regulação do sistema imune; em fibras e em proteínas vegetais.

Cottage + mussarela + tomate + rúcula + molho de tomate

O queijo cottage é rico em proteínas e minerais, como cálcio, potássio e zinco, além de vitaminas do complexo B.

Já a rúcula é fonte de betacaroteno, vitaminas A, C e K, e minerais como o potássio, ferro, manganês, magnésio, zinco e cobre.

Berinjela, abobrinha, tomate e mussarela de búfala

A berinjela é rica em ferro, fósforo, cálcio, potássio, magnésio, proteínas e quantidades significativas de vitaminas A, C e do complexo B.

Para completar, a abobrinha é fonte de fibras, vitaminas A, C e E e minerais como potássio, zinco e cobre.

Aprenda também: Minipizza de berinjela

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Ana Carolina Vicedomini é especialista em Terapia Nutricional, pesquisadora do grupo CEGECC-FMUSP e tutora do Ganep Educação. @nutricarolvicedomini

Leia também



Assine nossa newsletter: