fbpx


Como preparar geleia de pitaia

Postado em 17 de novembro de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Receita é leve e saborosa para o seu café da manhã ou lanche da tarde

Ontem você aprendeu aqui no Nutritotal Público Geral que existem frutas menos conhecidas – as chamadas frutas exóticas – que podem oferecer muitos benefícios para a saúde. Uma delas, que tem ganhado destaque por sua cor vibrante e sabor adocicado, é a pitaia. Mas sabia que, além da versão in natura, você pode consumi-la em receitas? É o caso da geleia de pitaia, um doce delicioso e uma ótima maneira de aproveitar as propriedades do alimento na culinária.

Com preparo caseiro e gostinho natural de fruta, a geleia é uma receita que pode ser usada tanto como acompanhamento de pães e torradas no café da manhã quanto de saladas e molhos no jantar. Há quem goste de fazê-la para comer em casa, enquanto outros a preparam para presentear uma pessoa especial. Fato é que os sabores podem ser os mais variados, utilizando desde frutas tradicionais até as mais exóticas, como a pitaia.

A geleia de pitaia é fácil de fazer, deliciosa e muito saudável. Quem ensina o passo a passo é a nutricionista Roberta Lara. Você vai adorar, confira:

Geleia de pitaia

Veja como fazer o doce e, em seguida, conheça os benefícios da pitaia.

Pitaias sobre cestas em mesa

Com polpa doce e refrescante, a pitaia é ótima para geleias | Imagem: Freepik

Rendimento: 1 pote de 500 ml
Tempo de preparo: 30 min.

Ingredientes:

  • 1 xíc. (chá) de açúcar demerara ou mascavo
  • 5 unidades de cravo
  • 1 xíc. (chá) de água (240 ml)
  • 5 unidades de pitaia descascada (picada em cubinhos pequenos)
  • Suco de 1 limão

Modo de preparo:

  1. Comece colocando o açúcar demerara, os cravos e a água em uma panela.
  2. Leve ao fogo e deixe ferver para engrossar, mexendo sempre.
  3. Coloque a pitaia e mexa bem.
  4. Deixe-a amolecer, até ficar em consistência de geleia. Desligue o fogo e guarde a mistura em um pote de vidro fechado para conservá-la.
  5. Dica: você pode trocar a pitaia por outras frutas como lichia, atemoia ou jabuticaba, o preparo será o mesmo.

Prefere uma fruta mais tradicional? Sem problemas! Aprenda aqui a preparar uma geleia de maçã.

Para a saúde intestinal

Além da pitaia ter nutrientes que podem ajudar na prevenção de artrite e na saúde do coração, outro benefício que tem sido estudado sobre essa fruta exótica é sua função prebiótica.

Um estudo feito pelo periódico Biomedicine & Pharmacotherapy em camundongos apontou que a fruta-do-dragão, como também é conhecida, pode conter substâncias com propriedades prebióticas, que melhoram a saúde intestinal ao estimular seletivamente a colônia de microbactérias no órgão. Porém, são necessários estudos em seres humanos para concluir os verdadeiros efeitos da pitaia na saúde do intestino.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Roberta Lara é proprietária e responsável técnica do Instituto de Nutrição Roberta Lara. Mestre e doutora em Investigação Biomédica, na área de Concentração Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP). Pesquisadora colaboradora do Laboratório de Genômica Nutricional (LABGEN) da Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Membro do Núcleo de Nutrição e Saúde Cardiovascular do Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Membro do Comitê Científico Consultor Institucional Life Sciences Institute (ILSI). Também é colunista do Nutritotal Público Geral. Instagram: @robertasoareslara Facebook: Instituto de Nutrição Roberta Lara.

Pissared K. et al. Prebiotic oligosaccharides from dragon fruits alter gut motility in mice. Biomedicine & Pharmacotherapy, 2019.

Assine nossa newsletter: