fbpx


Happy hour em casa: aprenda a fazer um delicioso petisco saudável

Postado em 12 de maio de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Veja maneiras de aproveitar a hora mais descontraída do dia sem sair de casa

Depois de um dia de expediente cansativo, muitas empresas adotam a prática do happy hour, aquela horinha em que os colaboradores batem um papo e relaxam, enquanto petiscam algum alimento. O problema é que com a quarentena, o costume caiu em desuso e as pessoas se afastaram.

Mas nada te impede de preparar o seu próprio happy hour em casa e chamar a galera para conversar via transmissão de vídeo. Para acompanhar o momento com um petisco saudável, a nutricionista Roberta Lara sugere cozinhar uma porção de ovinhos de codorna. “Depois de cozinhá-los por alguns minutinhos em água, basta temperar com azeite, orégano e sal. É prático e fica uma delícia para qualquer ocasião.”

Prefere uma opção um pouco mais elaborada para fazer em casa? Então confira a receita de mais um petisco saudável ensinado pela nutricionista a seguir:

Petisco saudável: chips de batata-doce com guacamole

Quem disse que comida de happy hour não pode ser mais leve?

Mesa com guacamole em pote. Ao fundo, pedaços de frutas e chips

Comidinha diferente para momentos de descontração | Imagem: Shutterstock

Rendimento: 1 porção
Tempo de preparo: 10 min.

Ingredientes:

Chips:

  • 3 batata-doces
  • 1 fio de azeite de oliva
  • Alecrim e sal

Guacamole:

  • 1 abacate maduro
  • 2 tomates
  • 1 cebola
  • Coentro ou salsinha
  • Azeite de oliva
  • Pimenta do reino
  • Sal a gosto

Modo de preparo:
1 – Corte as batatas em rodelas finas.
2 – Coloque em uma assadeira as rodelas e despeje um fio de azeite, completando com o alecrim e sal.
3 – Deixe assar até ficar crocante.
4 – Para a guacamole, amasse o abacate.
5 – Coloque os outros ingredientes, picados, e misture.
6 – Corrija o sal, o azeite e a pimenta e consuma com os chips de batata-doce.

Bom para a mente

Um estudo publicado pela The Nutrition Society mostrou que cozinhar mais frequentemente em casa está associado a uma melhor qualidade da dieta em geral. Isso corrobora também a prática do mindful eating, que preza pela atenção plena na alimentação para o bem-estar de quem a realiza.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança

Referências bibliográficas:

Roberta Lara é proprietária e responsável técnica do Instituto de Nutrição Roberta Lara. Mestre e doutora em Investigação Biomédica, na área de Concentração Clínica Médica pelo Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (HCFMRP). Pesquisadora colaboradora do Laboratório de Genômica Nutricional (LABGEN) da Faculdade de Ciências Aplicadas (FCA) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Membro do Núcleo de Nutrição e Saúde Cardiovascular do Departamento de Aterosclerose da Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Membro do Comitê Científico Consultor Institucional Life Sciences Institute (ILSI).

Julia W. et al. More frequent cooking at home is associated with higher Healthy Eating Index-2015 score. The Nutrition Society, 2020.

Assine nossa newsletter: