fbpx

Cientistas descobrem quantas xícaras de café por dia podem causar enxaqueca

Postado em 30 de novembro de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

Entenda a relação entre o consumo exagerado de cafeína e as crises de dores de cabeça

Mulher sentada segura uma xícara de café em uma mão, enquanto apoia a outra mão sobre a testa. De olhos fechados, ela passa a impressão de cansaço e sensação de dor de cabeça

O consumo de bebidas com cafeína pode estar associado a episódios de dor de cabeça | Imagem: Shutterstock

Tem gente que, para aliviar os efeitos de uma forte dor de cabeça, acaba tomando algumas xícaras de café. Porém, o que essas pessoas ainda não sabem é que essa atitude pode ser considerada um risco, segundo um estudo divulgado no The American Journal of Medicine e feito pela Universidade de Harvard (EUA).

Na pesquisa em questão, os cientistas investigaram o papel da ingestão de bebidas com cafeína como um potencial gatilho para enxaquecas e qual seria a quantidade de café por dia que poderia influenciar as dores de cabeça.

Como método, foram analisados 101 adultos com enxaqueca episódica ao longo de seis semanas. Durante esse período, todos os dias, os participantes relatavam a ingestão de bebidas com cafeína, fatores de estilo de vida e a duração das crises, descrevendo as características de cada dor de cabeça que sentiam.

E os resultados? Qual a quantidade de café por dia pode evitar enxaqueca?

Como conclusão, os cientistas descobriram que pode haver uma associação não linear entre o número de bebidas com cafeína tomadas e as chances de ocorrência de enxaqueca no dia em que essas bebidas foram ingeridas.

Em relação à quantidade, tomar três ou mais porções diárias de bebidas com cafeína foi associado a maiores chances de ter uma dor de cabeça naquele mesmo dia. No entanto, ingerir de uma a duas porções não estava associado a enxaquecas.

Por fim, os cientistas ressaltam que as associações variaram de acordo com a ingestão diária, a grande quantidade de cafeína presente na bebida e o uso de contraceptivos orais. Além disso, é importante lembrar que ainda faltam mais estudos conclusivos a respeito para comprovar uma relação de causa e consequência.

Veja também: A dose certa de café para evitar o risco de doenças cardiovasculares

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Elizabeth M. et al. Prospective Cohort Study of Caffeinated Beverage Intake as a Potential Trigger of Headaches among Migraineurs. Universidade de Harvard, The American Journal of Medicine, 2019.

Leia também