Manteiga ou margarina? Veja os mitos e verdades de cada opção

Postado em 16 de março de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Apesar de semelhantes, elas possuem diferenças. Saiba a opção certa para o seu café da manhã

Começar o dia com um pão com manteiga ou margarina faz parte da rotina de milhares de brasileiros. Com sabor e textura semelhantes, os dois produtos são muito utilizados para rechear pães, torradas e compor receitas. Contudo, eles têm diferenças, a começar pela origem: enquanto um possui origem animal, o outro é proveniente de gorduras vegetais industrializadas.

E conhecer as características de cada um desses alimentos é muito importante para fazer uma escolha mais adequada. Por isso, veja a seguir mais particularidades dos produtos:

É melhor consumir manteiga ou margarina?

Confira 4 mitos e verdades sobre esses alimentos.

Fatia de torrada com lascas de manteiga por cima

Seja qual for a sua escolha, o melhor é não exagerar em nome da saúde | Imagem: Shutterstock

A margarina pode ser usada para substituir o consumo de manteiga

Parcialmente verdade. Segundo um estudo publicado pelo periódico European Journal of Clinical Nutrition, as quantidades pequenas de ácidos graxos trans que normalmente estão presentes em uma margarina não trazem diferença à saúde se comparadas ao consumo de manteiga na alimentação diária. Por outro lado, o estudo também sugere que em pacientes com problemas de hiperlipidemia, a margarina pode ser, de forma controlada, uma alternativa ao consumo da manteiga.

O consumo exagerado desses alimentos pode ser um fator de risco para doenças do coração

Verdade. Segundo outro estudo publicado pelo British Medical Journal, uma alta ingestão de ácidos graxos saturados, presentes em alimentos como a manteiga e a margarina, pode estar associada a um risco aumentado de doenças cardíacas coronárias.

A manteiga tem mais gorduras e calorias

Mito. Segundo o guia Desmistificando dúvidas sobre alimentação e nutrição, do Ministério da Saúde, tanto a manteiga quanto a margarina contêm quantidades próximas de calorias e gorduras. O que acaba diferenciando as duas são suas origens e composições. Por mais que a margarina contenha vitaminas, também traz conservantes e estabilizantes e passa por processos químicos. Já a manteiga, mesmo contendo colesterol e gorduras saturadas, é um produto natural.

Não existem opções de substituição da manteiga além da margarina

Mito. De acordo com o Ministério da Saúde, opções mais saudáveis são a ricota, o queijo cottage e o frescal. Esses três alimentos apresentam valor calórico reduzido, teores mais baixos de gorduras e oferecem maiores quantidades de cálcio e proteínas.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Maranhão R. et al. Effects of margarines and butter consumption on lipid profiles, inflammation markers and lipid transfer to HDL particles in free-living subjects with the metabolic syndrome. EJCN, 2010.

Zong G. et al. Intake of individual saturated fatty acids and risk of coronary heart disease in US men and women: two prospective longitudinal cohort studies. BMJ, 2016.

Desmistificando dúvidas sobre alimentação e nutrição. Ministério da Saúde, 2016.

Leia também



Assine nossa newsletter: