fbpx


Dieta com ou sem carne: qual delas favorece o ganho de massa muscular?

Postado em 23 de julho de 2021 | Autor: Redação Nutritotal

Estudo comparou alimentação vegana e onívora para entender os benefícios nos músculos

Quando se fala em ganho de massa muscular, muita gente pensa no consumo de alimentos ricos em proteínas, como carnes, peixes e ovos. Porém, será mesmo que o estilo de alimentação onívoro (ou seja, com consumo de carnes e vegetais) é o mais favorável para esse aumento? Quem não come carne sai perdendo nessa história?

Para tentar encontrar essas respostas, um estudo publicado pelo periódico Sports Medicine resolveu comparar uma dieta com a presença de carnes e outra totalmente vegana (mas também rica em proteínas), para descobrir se a presença de alimentos de origem animal favoreceriam o ganho de massa muscular. Os resultados você confere a seguir.

Prato com vegetais ao lado de dois halteres e uma fita métrica

Imagem: Shutterstock

Carne é mesmo determinante para ganho de massa muscular?

Ao todo, foram analisados 19 jovens veganos e 19 jovens onívoros durante 12 semanas. E, como resultado, uma dieta rica em proteínas exclusivamente à base de alimentos de origem vegetal não se mostrou diferente de uma dieta mista no que diz respeito à força muscular e aumento de massa.

Com isso, os pesquisadores sugerem que a fonte de proteína, seja ela de origem animal ou vegetal, não afeta as adaptações induzidas pelo treinamento de resistência para quem busca ganho de massa muscular. Porém, as quantidades de proteína devem ser adequadas à dieta. Consulte seu nutricionista para saber a quantidade ideal para o seu organismo e aproveite para conhecer as melhores fontes de proteína vegetal aqui.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Victoria H. et al. High-Protein Plant-Based Diet Versus a Protein-Matched Omnivorous Diet to Support Resistance Training Adaptations: A Comparison Between Habitual Vegans and Omnivores. Sports Medicine, 2021.

-

Assine nossa newsletter: