fbpx


Noz-moscada é boa para a pressão alta?

Postado em 21 de março de 2022 | Autor: Redação Nutritotal

Conheça os benefícios e riscos dessa especiaria asiática

Com origem na alimentação da Indonésia, a noz-moscada é uma especiaria que foi usada por muitos anos como forma de conservar outros alimentos, e hoje, é famosa pelo seu potencial nutritivo e até mesmo afrodisíaco.

Há quem goste de utilizá-la no preparo de molhos, enquanto outros preferem que ela dê o toque final em carnes e assados. Porém, ainda existem muitas dúvidas que cercam esse tempero. Por exemplo, será mesmo que a noz-moscada é boa para a pressão alta?

Para descobrir essa e outras dúvidas, separamos a seguir alguns mitos e verdades sobre a especiaria, baseados em estudos científicos. Confira:

Noz-moscada é boa para quê? Veja 4 mitos e verdades!

Noz-moscada em pó

Imagem: Shutterstock

É boa para a pressão alta

Verdade. Estudos apontam que o extrato de noz-moscada possui valor terapêutico para o controle da hipertensão entre pacientes idosos. Além disso, ela pode atuar como agente antimicrobiano, anti-inflamatório e antioxidante.

Porém, não se deve consumir mais noz-moscada com o intuito de somente controlar a pressão, mas sim, consultar um nutricionista que possa te ajudar a montar um plano alimentar que, aliado a outros hábitos saudáveis, tenha esse efeito no organismo.

O consumo exagerado pode ser perigoso

Verdade. De fato, é preciso ter cuidado com a quantidade de noz-moscada na alimentação. Isso porque o consumo exagerado ou em altas quantidades do tempero pode ser tóxico para o metabolismo. Porém, em quantidades pequenas para o tempero do dia a dia, não há riscos no consumo do alimento.

A noz-moscada faz mal para o fígado

Parcialmente verdade. Apesar de o consumo em altas quantidades ser realmente ruim para o órgão, há estudos que avaliam os benefícios da noz-moscada em pequenas porções para o fígado.

Um composto presente no alimento, chamado myrislignan, demonstrou ter um forte efeito protetor contra danos no fígado em camundongos. Entretanto, ainda faltam estudos que comprovem essa ação em seres humanos.

Uma pitada de noz-moscada à noite pode melhorar sua noite de sono

Mito. Essa tradição comum entre alguns brasileiros, na verdade, precisa ser um pouco mais apurada pela ciência. Isso porque, apesar dos nutrientes com potencial antioxidante e anti-inflamatórios, não existe uma relação direta que seja comprovada cientificamente entre a noz-moscada e a melhora da saúde do sono.

Veja também: alimentos que podem ajudar com a saúde do sono

Quer saber mais sobre a noz-moscada? Siga o Nutritotal – Para Todos no Instagram e confira dicas imperdíveis sobre nutrição!

*Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Rosniyati S. et al. Potential and opportunities of nutmeg pericarp as functional foods. E3S Web of Conferences, 2021.

Agung P. et al. Effect of nutmeg and lavender essential oil on blood pressure in the elderly with hypertension. PalArch’s Journal of Archaeology of Egypt / Egyptology, 2020.

Zhipeng C. et al. Hepatotoxicity of nutmeg: A pilot study based on metabolomics. Biomedicine & Pharmacotherapy, 2020.

Zhao W. et al. The Protective Effect of Myristica fragrans Houtt. Extracts Against Obesity and Inflammation by Regulating Free Fatty Acids Metabolism in Nonalcoholic Fatty Liver Disease. Nutrients, 2020.

Nutmeg’s hidden power: Helping the liver. American Chemical Society, 2018.

-

Assine nossa newsletter: