fbpx


Para que serve o kefir?

Postado em 4 de dezembro de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

A bebida traz nutrientes que ajudam o corpo além da saúde intestinal

Enquanto os sucos têm perdido pontos em relação aos benefícios à saúde, outras bebidas têm ocupado o pódio das campeãs de vantagens nutricionais. Menos conhecidas, seus nomes têm, aos poucos, entrado no vocabulário dos mais antenados em alimentação saudável. É o caso do kefir. Por ser fermentado, pode substituir iogurtes e leites nas refeições diárias. Para os adeptos do seu consumo, a justificativa para a troca é seu valor altamente nutritivo. Mas enquanto muitos idolatram a bebida, outros ainda querem saber: afinal, para que serve o kefir?

Fonte de probióticos, talvez o seu benefício mais conhecido seja sua ligação com a saúde do intestino. Mas a ciência já foi além, e tem revelado que não é somente esse órgão que se beneficia da bebida. Para se ter uma ideia, os micro-organismos presentes no kefir possuem características que podem ser anti-hipertensivas, anti-inflamatórias e antialérgicas. Assim, seu consumo é capaz de prevenir doenças e ajudar em diferentes sintomas.

Veja quais são eles a seguir, e comprove você mesmo todo o poder da bebida:

Afinal, para que serve o kefir?

Benefícios se estendem para o corpo todo!

Kefir em tábua

Você pode preparar o seu kefir | Imagem: Freepik

Faz bem para o cérebro

Um estudo feito em camundongos observou que a bebida fermentada à base de kefir pode ajudar a melhorar a relação entre o intestino e a saúde cerebral, melhorando os efeitos imunológicos no organismo. Porém, ainda são necessários estudos em humanos para compreender a eficácia do probiótico.

E também para pele

O consumo de kefir pode ser um aliado no cuidado com a pele. Pesquisas mostram que o probiótico pode prevenir inflamação da pele, lidar com dermatites atópicas e prevenir alergias. Em especial, o kefir ainda é capaz de aumentar a imunidade da pele.

Cicatrização em destaque

Outros benefícios estudados sobre o uso do kefir incluem a melhora de eczemas na pele, a cura de queimaduras e de cicatrizes, além de propriedades de rejuvenescimento cutâneo.

Cuidados com a asma

Por fim, cientistas também investigaram o consumo de kefir entre camundongos asmáticos e observaram que o probiótico apresentou efeitos anti-inflamatórios e antialérgicos, sendo um aliado no tratamento da asma brônquica alérgica. Porém, novamente é importante ressaltar que são necessários estudos em humanos para entender a relação entre o kefir e a asma.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Marcel V. et al. Distinct actions of the fermented beverage kefir on host behaviour, immunity and microbiome gut-brain modules in the mouse. Microbiome, 2020.

Vasiliki L. et al. Functional Role of Probiotics and Prebiotics on Skin Health and Disease. Fermetation, 2019.

L-C Lew. et al. Bioactives from probiotics for dermal health: functions and benefits. J Appl Microbiol, 2013.

Benjamin C. et al. The Microbiota and Health Promoting Characteristics of the Fermented Beverage Kefir. Front Microbiol. 2016.

-

Assine nossa newsletter: