fbpx


Qual é o meu risco de ter diabetes?

Postado em 22 de março de 2019 | Autor: Redação Nutritotal

Considere fatores como obesidade, histórico familiar e sedentarismo para descobrir se há chances de você estar no grupo de propensos a terem pré-diabetes

Aproximadamente 8,6% dos brasileiros estão diagnosticados com o diabetes, uma doença séria, silenciosa e com grande risco do desenvolvimento de outras doenças simultaneamente, as chamadas comorbidades associadas. Em 2018, dados divulgados pelo Ministério da Saúde apontaram um crescimento de 61,8% de casos em 10 anos, o que preocupou os médicos. O problema pode estar na fase que precede a doença, o chamado pré-diabetes.

Antes do desenvolvimento do diabetes tipo 2, as pessoas normalmente passam pelo estado de pré-diabetes, em que o nível de glicemia é maior que o normal, mas não alto o suficiente para caracterizar o diabetes. Com a doença, o paciente apresenta glicemia entre 100 mg/dl e 125 mg/dl no exame da glicemia em jejum, ou entre 140 mg/dl e 199 mg/dl na segunda hora do teste de curva glicêmica. Nem todos os pré-diabéticos tornam-se, necessariamente, diabéticos, mas esse estado de saúde requer uma atenção maior devido ao risco da progressão.

Alguns dos fatores que levam a esse risco aumentado incluem pessoas que estão com sobrepeso ou obesidade, que seguem um estilo de vida sedentário e com má alimentação. A adoção de hábitos de vida mais saudáveis, como manter uma dieta equilibrada, com redução de gorduras e açúcares, e praticar 150 minutos por semana de atividade física em intensidade moderada, colabora com a redução de peso e das chances de desenvolvimento de diabetes tipo 2 em indivíduos com pré-diabetes.

Mas é possível identificar fatores que elevam o risco do pré-diabetes. Confira um teste rápido a seguir que pode te ajudar a reconhecer sinais de risco.

Faça o teste

Responda às perguntas e veja quantos pontos você acumulará ao final do teste para descobrir se é chegada a hora de mudar os hábitos para evitar o diabetes. Vale lembrar que o teste não substitui a consulta médica, que deve ser feita regularmente.

Pessoa medindo diabetes

Para se certificar do diagnóstico, consulte um médico | Imagem: Shutterstock

1 – Quantos anos você tem?

Menos de 40 anos (0 pontos)

40-49 anos (1 ponto)

50-59 anos (2 pontos)

60 anos ou mais (3 pontos)

2 – Qual é seu sexo?

Homem (1 ponto)

Mulher (0 pontos)

3 – Se você for mulher, já foi diagnosticada com diabetes gestacional?

Sim (1 ponto)

Não (0 pontos)

4 – Você tem uma mãe, pai, irmã ou irmão que tenha diabetes?

Sim (1 ponto)

Não (0 pontos)

5 – Você já teve diagnóstico de pressão alta?

Sim (1 ponto)

Não (0 pontos)

6 – Você é uma pessoa fisicamente ativa?

Sim (0 pontos)

Não (1 ponto)

7 – Qual é o seu IMC?

Dentro dos padrões (0 pontos)

Sobrepeso (1 ponto)

Obeso (2 pontos)

Resultado:

Se o seu resultado somar 5 ou mais pontos, é provável que você tenha pré-diabetes e esteja com um alto risco para desenvolver o diabetes tipo 2. No entanto, apenas o seu médico pode dizer com certeza o diagnóstico. Marque sua consulta o quanto antes.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Ministério da Saúde, Governo do Brasil, 2018.

DoIHavePreDiabetes.org, 2019.

Sociedade Brasileira de Diabetes, 2019.

Zand A. et. Prediabetes: Why Should We Care? Methodist Debakey Cardiovascular Journal, 2018.

-

Assine nossa newsletter: