fbpx

Diabetes e coronavírus: como se prevenir em tempos de pandemia?

Postado em 22 de abril de 2020 | Autor: Ana Carolina Costa Vicedomini

Diante da pandemia do coronavírus que estamos passando, a atenção a hábitos de vida saudáveis pode ser uma ótima maneira para enfrentar esse momento e evitar contaminação e as complicações da doença.

O coronavírus é uma família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus foi descoberto em 31/12/19 após casos registrados na China e provoca a doença chamada COVID-19, que atinge principalmente pessoas com comorbidades como hipertensão, diabetes, obesidade, doenças cardíacas e especialmente pessoas idosas (acima dos 60 anos).

Os diabéticos podem ter maiores complicações com essa doença quando tiverem mal controle glicêmico, isso porque uma glicemia descontrolada pode afetar o sistema imunológico fazendo com que as células de defesa não conseguiam “trabalhar” de forma efetiva para combater qualquer infecção.

Além disso, indivíduos que possuem a doença há muito tempo, mau controle metabólico, presença de complicações do diabetes, doenças associadas e especialmente os idosos (> 60 anos), independente do tipo de diabetes, podem ser o grupo de maior risco.

Esse risco está relacionado às chances desses indivíduos apresentarem complicações mais graves do COVID-19.  Nesse contexto, controlar a glicemia é muito importante, já que o descontrole pode levar esses pacientes a se tornarem mais suscetíveis às complicações.

Diabetes e coronavírus: dicas de prevenção

Para se proteger do COVID-19 é muito importante, primeiramente, manter o isolamento social e cuidados de higiene e etiqueta social. Mas, além disso, é necessário garantir o bom controle glicêmico e um sistema imunológico forte e saudável.

E para fortalecer esse sistema, são necessários alguns cuidados com uma alimentação saudável, evitar estresse, pensamentos negativos e a ansiedade, praticar atividade física regular e garantir boas horas de sono.

A alimentação por si só não pode fazer com que os indivíduos diabéticos não adquiram o vírus, mas o controle do diabetes e reforçar o sistema imunológico podem auxiliar contra complicações da doença.

Os diabéticos devem manter uma dieta equilibrada, fracionada, com alimentos ricos em fibras, naturais (frutas, verduras e legumes) e evitar o consumo de alimentos industrializados ricos em gorduras e açúcares.

Além disso, o consumo de alimentos ricos em vitaminas e minerais pode ser considerado uma boa prática, ajudando, assim, o organismo a se manter saudável. Veja quais são eles a seguir.

Nutrientes importantes para quem tem diabetes se proteger do coronavírus

Equilibrar a dieta é fundamental para preservar a saúde e evitar doenças.

Vitamina A

As principais fontes são os alimentos alaranjados como cenoura, mamão, abóbora, além de ovos, manga, couve, espinafre, pimentão vermelho, leite e derivados.

Vitamina C

Presente nos alimentos como limão, laranja, abacaxi, goiaba e vegetais crus.

Ferro

Está presente nas carnes, grãos (feijão, lentilha, ervilha), vegetais verde-escuros (couve, espinafre, almeirão). Para melhorar a absorção do ferro na alimentação recomenda-se o consumo combinado com um alimento fonte de vitamina C (temperar a salada com limão ou consumir uma laranja de sobremesa no almoço ou no jantar).

Zinco

É possível encontrá-lo nos cereais integrais, feijões e frutas oleaginosas (nozes, castanhas e amêndoas), carnes em geral, aves e frutos do mar.

Selênio

Sua fonte principal é a castanha-do-brasil (mais conhecida como castanha-do-pará).

Probióticos

São encontrados em iogurtes, bebidas lácteas fermentadas, kefir e kombuchá.

Fibras

Possuem ação prebiótica e também contribuem para uma boa saúde intestinal e estão presentes nas frutas, vegetais, bem como na aveia.

Proteínas

Presentes na carne, frango, peixe, ovos, leite e derivados, feijão, lentilha, ervilha, soja, grão-de-bico e castanhas e oleaginosas.

É importante lembrar que não existe nenhum alimento ou preparação milagrosos para fortalecer o sistema imunológico. O mais importante é manter um equilíbrio alimentar para, assim, controlar bem a glicemia e manter o corpo saudável.

Por fim, para se proteger da doença, vale evitar contato social adotando as medidas de isolamento e precaução recomendadas pela Organização Mundial da Saúde.

 

Referências bibliográficas:

Ministério da Saúde, 2020.

Centro de Controle e Prevenção de Doenças, 2020.

Sociedade Brasileira de Diabetes, 2020.

Leia também



Assine nossa newsletter: