fbpx


Você sabe como montar um prato colorido?

Postado em 19 de agosto de 2021 | Autor: Redação Nutritotal

Conheça os principais benefícios de cada tonalidade nas refeições

Sabe aquela história de que quanto mais colorido é um prato, mais saudável ele é? A frase tem um fundo de verdade, já que as cores presentes nos alimentos de forma natural podem oferecer diferentes benefícios à saúde. Mas você sabe como montar um prato colorido saudável? Te ensinamos a seguir.

Por que os alimentos têm cor?

Essa pigmentação presente em legumes, frutas e outros alimentos de origem vegetal leva o nome de fitoquímicos. Além de definir a tonalidade desses vegetais, cada um deles possui funções que podem contribuir com a nossa saúde, desde a digestão até a proteção cardiovascular, como você confere na lista abaixo.

Como montar um prato colorido saudável?

Tigela com vegetais como tomate, cenouras, brócolis e repolho-roxo. Uma sugestão de como montar um prato colorido.

Imagem: Shutterstock

Vermelho

A cor está presente em alimentos como tomate, melancia, morango, goiaba e pimenta. Isso se deve à presença de carotenoides como o licopeno e a astaxantina, com propriedades anti-inflamatórias e que ajudam na modulação do sistema imunológico.

Laranja

Também é uma cor formada pelos carotenoides como o betacaroteno. Pode ser aliada da saúde reprodutiva, auxiliando na regulação endócrina e na fertilidade. Alimentos dessa cor que podem compor um prato colorido incluem a cenoura, a abóbora, a laranja, o pêssego e a batata-doce.

Amarelo

Os alimentos com tonalidade amarelada são ricos em antoxantina, com poder antioxidante, e também costumam ser fontes de fibras que ajudam na manutenção da saúde gastrointestinal. Fazem parte desse grupo a manga, o abacaxi, o milho, a ananá, a carambola e o caju.

Verde

A cor predominante da rúcula, alface, brócolis, kiwi, pepino e diversos outros vegetais e frutas se deve à presença de clorofila e compostos como indóis. Esses alimentos são ricos em nutrientes como vitamina K, ácido fólico, magnésio, potássio e nitratos dietéticos, capazes de ajuda na proteção da saúde cardiovascular.

Roxo

Alimentos cuja coloração varia entre o azul-escuro e o roxo são ricos em polifenóis como flavonoides, quercitina e miricetina, que auxiliam na aprendizagem, memória e humor. Fazem parte desse grupo as uvas, o mirtilo, o repolho-roxo, a beterraba, a berinjela e as ameixas, por exemplo.

Agora que você sabe como montar um prato colorido, descubra também como fazer corante alimentício natural. Opções não faltam para enfeitar a mesa de maneira saudável!

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Deanna M. et al. A Review of the Science of Colorful, Plant-Based Food and Practical Strategies for “Eating the Rainbow”. J Nutr Metab. 2019.

Katherine D. Phytonutrients: Paint your plate with the colors of the rainbow. Harvard Health, 2019.

-

Assine nossa newsletter: