Conheça alimentos que amenizam a TPM

Postado em 4 de maio de 2020 | Autor: Redação Nutritotal

Veja o que a ciência já comprovou que pode amenizar - ou piorar – os sintomas da tensão pré-menstrual

A tensão pré-menstrual (TPM) pode desencadear diversos sintomas, como dores de cabeça, cólicas e sensação de inchaço. Na tentativa de aliviá-los, muitas mulheres recorrem a terapias e medicamentos, mas vale saber que uma prática diária nossa também pode dar aquela forcinha contra esses sintomas: a alimentação. Segundo a ciência, há alimentos que amenizam a TPM (ou, ainda, a pioram).

De acordo com um estudo divulgado pelo periódico The Nutrition Society, por exemplo, seguir padrões alimentares ocidentais, como uma dieta rica em refrigerantes, alimentos processados e fast food, pode estar associado aos sintomas responsáveis pela TPM.

Ao mesmo tempo, padrões de alimentação considerados saudáveis estão associados à redução dos sintomas da tensão pré-menstrual. A seguir, veja o que entra nesse grupo.

4 mitos e verdades sobre alimentos que amenizam a TPM

Veja o que priorizar no menu para melhorar seu bem-estar.

Mulher sentada em casa segurando um prato vazio com uma colher e um garfo. Ela está com a mão na barriga, indicando desconforto.

Aprenda a fazer as escolhas alimentares mais adequadas | Imagem: Shutterstock

Ovos e molho de tomate devem ser evitados

Mito. O estudo do The Nutrition Society mostrou que uma alimentação tradicional com ovos, molho de tomate, frutas e carne, ou então um padrão mais saudável de alimentação, rico em frutas secas, condimentos e nozes, estava associado a um menor risco dos sintomas da TPM.

Frutas são alimentos que amenizam a TPM

Verdade. Uma pesquisa divulgada pelo Nutrients apontou que maus hábitos alimentares e fatores de estilo de vida como tabagismo e alto consumo de calorias, gordura, açúcar e sal estavam ligados aos sintomas da tensão pré-menstrual, enquanto o consumo de frutas mostrou-se um fator protetor contra a TPM.

O consumo de proteínas está associado ao risco de tensão pré-menstrual

Mito. Outro estudo também publicado pelo The Nutrition Society comparou a ingestão total de proteínas com sintomas ligados à TPM. Como resultado, os pesquisadores não conseguiram associar a ingestão proteica ao desenvolvimento da TPM. Além disso, a substituição de carboidratos e gorduras por proteínas também não alterou a frequência dos sintomas de TPM.

Chocolate pode ser usado para aliviar sintomas de dores menstruais

Parcialmente verdade. O chocolate é uma fonte de gorduras e açúcares, e por isso, faz parte da alimentação associada à piora dos sintomas ligados à TPM. Mas no caso do chocolate amargo, um estudo publicado pelo Belitung Nursing Journal avaliou que, graças à presença de aminoácidos, vitaminas, minerais e substâncias antioxidantes, ele pode reduzir significativamente a dor menstrual no final da adolescência.

Leia também: O treino e a dieta durante a menstruação

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Bahareh M. et al. Dietary patterns are associated with premenstrual syndrome: evidence from a case-control study. The Nutrition Society, 2019.

Manual MSD, acesso em 2020.

Mona H. et al. Premenstrual Syndrome Is Associated with Dietary and Lifestyle Behaviors among University Students: A Cross-Sectional Study from Sharjah, UAE. Nutrients, 2019.

Serena C. et al. Protein intake and the risk of premenstrual syndrome. The Nutrition Society, 2019.

Sandy I. et al. Dark chocolate’s effect on menstrual pain in late adolescents. Belitung Nursing Journal, 2017.

Leia também



Assine nossa newsletter: