fbpx


Revelamos os 4 grandes mitos sobre alimentação e asma

Postado em 4 de maio de 2021 | Autor: Redação Nutritotal

De sorvete a café, veja quais alimentos podem ser consumidos por quem tem a doença

A combinação de falta de ar, chiado no peito e tosse pode ser indício de asma. A doença é caracterizada por uma inflamação nas vias respiratórias e pode surgir ainda nos primeiros anos de vida. O problema, contudo, é que muitas vezes o paciente precisa lidar com as crises ao longo da vida toda. O acompanhamento médico é fundamental, pois remédios podem ser necessários, mas sabia que a alimentação é mais uma aliada no tratamento da asma?

É verdade. A ciência já revelou que alguns alimentos são capazes de amenizar e outros até de piorar as temidas crises. E para saber mais sobre o assunto, listamos a seguir alguns mitos e verdades sobre alimentação e asma. Não caia em fake news, confira o que é real a respeito dessa relação e o que não passa de mentira!

4 mitos e verdades sobre alimentação e asma

Mulher com a mão no pescoço indicando incômodo

Imagem: Freepik

Quem tem asma não pode tomar sorvete

Mito. Muita gente associa o fato de consumir sorvete, açaí e outros alimentos congelados com o agravamento da asma. Mas isso é um mito, pois não há comprovação científica quanto à temperatura nos sintomas da doença. O que se sabe, porém, é que alérgicos ou intolerantes a derivados de leite podem sim ter problemas ao consumirem alimentos com o ingrediente. Nesses casos, a sugestão é optar por sorvetes à base de frutas, água e bebidas vegetais, por exemplo.

Asmáticos não podem consumir camarão

Parcialmente verdade. Assim como o leite, o camarão é um alimento propenso a causar alergias alimentares em muitas pessoas, incluindo asmáticos. Caso seja encontrada alguma reação alérgica, é recomendado evitar. Porém, isso pode variar em cada caso, portanto, o ideal é consultar um nutricionista ou alergista para entender como o corpo reage de acordo com o consumo de cada alimento.

Mel pode ajudar na prevenção de crises asmáticas

Parcialmente verdade. Por ser um alimento rico em antioxidantes, o mel tem sido estudado a respeito da prevenção e tratamento da asma. Existem indícios de que combinado com outras substâncias, ele possa ter uma eficácia relativamente alta em pacientes com asma. Porém, ainda faltam estudos que comprovem o uso individual do mel. Outro produto que também pode apresentar resultados semelhantes é o própolis.

Café deve ser evitado para quem tem asma

Mito. Na verdade, o efeito de consumir a bebida pode ser o contrário. Estudos indicam que beber uma xícara de café entre uma ou duas vezes ao dia pode ter efeitos protetores contra a asma.

 

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referências bibliográficas:

Barbara S. et al. Diet Modifications in Primary Prevention of Asthma. Where Do We Stand? Nutrients, 2021.

Howard J. et al. Occupational Asthma and Its Causation in the UK Seafood Processing Industry. Annals of Work Exposures and Health, 2020.

Kenji H. et al. Honey in Bronchial Asthma: From Folk Tales to Scientific Facts. Journal of Medicinal Food, 2019.

H. Wee. et al. Analysis of the relationship between asthma and coffee/green tea/soda intake. International Journal of Environmental Research and Public Health, published online. Coffee & Health, 2020.

Assine nossa newsletter: