fbpx


Menos sódio e mais potássio: o combo na dieta para evitar doenças

Postado em 14 de junho de 2022 | Autor: Redação Nutritotal

Combinação no dia a dia pode trazer benefícios à saúde do organismo

Menos sódio e mais potássio. Você já ouviu falar nessa combinação na hora de seguir uma dieta? Nos países da Europa, como o Reino Unido, ela até mesmo recebeu uma sigla: LSHP (low sodium, high potassium), e tem sido associada à prevenção de doenças não transmissíveis.

Segundo um estudo publicado pela Universidade de Cambridge, o aumento de alimentos ricos em potássio, junto à redução da ingestão de sódio, pode ser um padrão para predizer a qualidade geral de uma dieta e evitar problemas de saúde como uma pressão arterial elevada.

Para entender mais a fundo o potencial desse combo, os cientistas compararam uma alimentação baseada nele em relação a outras dietas, como a da Indonésia, a fim de entender seus benefícios. Na LSHP, foram inclusos alimentos ricos em potássio, com cerca de 4700 mg por dia, e com apenas 1500 mg de sódio.

Nas outras dietas, a média ficou em torno de 2000 mg de potássio e 2300 mg de sódio. No cardápio da alimentação LSHP, foram acrescentados ingredientes como leite desnatado, farinha fortificada, peixes, feijão, frutas e legumes fontes de potássio.

Menos sódio e mais potássio: é mesmo uma combinação saudável?

Menos sódio e mais potássio

Imagem: Shutterstock

Ao longo de uma semana, foram avaliados ciclos com mais de setenta cardápios diferentes de dietas. Como resultado, a dieta LSHP teve significativamente mais fontes de carboidratos, proteínas e fibras do que as outras.

Ela também se mostrou rica em fontes de outros minerais além do potássio, como o magnésio, o cálcio e a vitamina C. Por outro lado, ela se destacou como uma alimentação com menos gorduras totais e saturadas.

Além disso, houve uma forte correlação positiva para a saúde intestinal entre o alto consumo de fibras na dieta com a presença do potássio. Portanto, uma maior ingestão do mineral, aliada à redução do sódio, pode ajudar na prevenção de doenças.

Ainda assim, nem todo mundo pode seguir esse plano alimentar. Vale ressaltar que qualquer mudança na dieta deve ser acompanhada por um nutricionista, especialmente em casos de pacientes com problemas renais, que devem ter o consumo de potássio controlado.

Acompanhe o Nutritotal – Para Todos no Instagram e para mais dicas sobre prevenção de doenças e alimentação saudável.

*Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Referência bibliográfica:

Farapti F. et al. Potassium intake is associated with nutritional quality and actual diet cost: a study at formulating a low sodium high potassium (LSHP) healthy diet. JNS, Cambridge University, 2022.

-

Assine nossa newsletter: