fbpx


4 mitos e verdades sobre alimentos e o câncer de mama

Postado em 25 de outubro de 2021 | Autor: Redação Nutritotal

Confira dicas de como se cuidar para evitar o câncer mais prevalente entre as brasileiras

No último ano, a maior parte de casos novos de tumores entre as mulheres brasileiras foi relacionado a câncer de mama. Estima-se que 66.280 novos casos da doença foram relatados em 2020.

Para prevenir o aparecimento de câncer de mama, é importante adotar alguns hábitos, como a prática regular de exercícios físicos e seguir uma alimentação equilibrada.

Pensando em te ajudar a descobrir um pouco mais sobre como a alimentação é um fator essencial para prevenir novos casos de câncer de mama, listamos alguns mitos e verdades sobre o assunto, baseado em estudos científicos. Confira:

4 mitos e verdades sobre alimentos que previnem o câncer de mama

Mulher segurando uma fita rosa, referente ao Outubro Rosa

Imagem: Shutterstock

Comer maçã previne câncer de mama

Parcialmente verdade. Não existe um alimento específico que seja capaz de evitar diretamente a incidência da doença. Porém, o que os cientistas sabem é que alguns hábitos saudáveis podem ser importantes para diminuir o risco. É o caso, por exemplo, do consumo de frutas como a maçã e a pera no dia a dia, graças à alta quantidade de fibras presentes em suas cascas.

O consumo de bebidas alcoólicas pode aumentar o risco de câncer de mama

Verdade. Enquanto o consumo de fibras está relacionado à diminuição no risco de câncer de mama, estudos científicos também apontam que bebidas alcoólicas como vinho e cerveja estariam associadas com um risco maior de proliferação da doença.

Consumir sucos pode auxiliar na prevenção da doença

Mito. O consumo de bebidas adoçadas como sucos, chás industrializados e refrigerantes também está relacionado à uma maior incidência de casos de câncer de mama entre as mulheres. Como substituição a essas bebidas, a recomendação é optar pela água ou por chás naturais e café que não levem quaisquer tipos de adoçante e/ou açúcar.

Leia também: As bebidas sem álcool que deixam o fígado gorduroso

Para evitar o câncer de mama, é preciso parar de comer carnes vermelhas

Parcialmente verdade. De fato, o consumo de carnes vermelhas, em especial as processadas como salsicha e outros embutidos, está associada ao aumento no risco de câncer de mama e também de outros tipos de tumores. Porém, não é preciso virar vegetariano ou cortar de vez o consumo. A sugestão é adequá-lo à dieta de forma moderada e, sempre que possível, optar por substituições como frangos, leguminosas, peixes, entre outros.

Confira ainda: 4 mudanças na dieta que ajudam na prevenção de outros tipos de câncer

Como reduzir os efeitos colaterais do tratamento de câncer de mama?

Quem está em tratamento de câncer de mama pode perceber reações do corpo às cirurgias, quimioterapias ou radioterapias. Mas há maneiras de reduzir esses efeitos colaterais, e até os alimentos podem contribuir. Confira no nosso infográfico 5 formas de amenizar consequências dos tratamentos:

infográfico outubro rosa

Antes de ir embora, veja no nosso site: 5 dicas para ter a alimentação como aliada durante a quimioterapia

Este conteúdo não substitui a orientação de um especialista. Agende uma consulta com o nutricionista de sua confiança.

Estatísticas de câncer. INCA, 2021.

Alicia K. et al. Nutrient-wide association study of 92 foods and nutrients and breast cancer risk. Breast Cancer Research, 2020.

How to Prevent Cancer. American Institute for Cancer Research, 2021.

-

Assine nossa newsletter: