Efeitos da suplementação de whey, soja e leucina combinada a programa de treinamento na composição corporal de universitários

Postado em 2 de outubro de 2017 | Autor: Marcella G. Gava Brandolis

Estudo teve como objetivo determinar os efeitos da suplementaçãode L-leucina (LEU) e de diferentes suplementos proteicos na composiçãocorporal, força e composição do músculo esquelético e tecido adiposo de 75universitários do sexo masculino.

Foram selecionados universitários que não treinavam e comidade e peso semelhantes (21 anos ± 1 ano; 79.2 kg ± 0.3 kg). Eles foram randomizadosem grupo leucina (LEU n=14); grupo whey protein concentrado (WPC n=17);grupo whey protein hidrolisado (WPH n=14);  grupo proteina de soja concentrada (SPC n=15);e grupo placebo(PLA n=15), que recebeu uma bebida com maltodextrina e característicasorganoleptica semelhantes aos produtos oferecidos aos outros grupos. Todos ossuplementos apresentaram valor calórico semelhante e, exceto o placebo, forammanipulados para oferecerem 3g de leucina por porção. Os participantesrealizaram treinamento de resistencia três dias por semana durante 12 semanasenquanto consumiam o suplemento duas vezes ao dia.

A biópsia muscular e de gordurasubcutânea foi realizada no inicio do estudo (T1) e 72 horas após o último diade treino (T39). As amostras de tecidos foram analizadas pelas mudanças nasfibras tipo I e II, contagem de células satélites não fibra-específica eadipócitos da área seccionada.

Em média, todos os grupossuplementados incluindo o PLA apresentaram volume de treino similar além deaumento estatisticamente semelhante na massa muscular corporal total,determinada pelo exame DXA e pelo aumento de fibras I e II da área seccionada. Aprática de exercício foi associada a redução de gordura subcutâne da áreaseccionada, mas essa associação não estava relacionada à suplementação. Houveum aumento da contagem das células satélites nos grupos WPC e WPH no T39 emrelação ao T1.

Os autores concluiram quesuplementação proteica ou de L-leucina não forneceu benefícios adicionais noaumento de massa muscular corporal total ou força em relação ao placebo durantetrês meses de treino de resistência em homens universitários não treinados. Noentanto, suplementação com whey protein aumentou o número de células satélitesmusculares nestes indivíduos, e tal fenômeno poderia promover adaptaçõesfavoráveis nos treinos de resistência em períodos mais prolongados.

 

Referência

Mobley CB,
Haun CT, Roberson PA, Mumford PW, Romero MA, Kephart WC, Anderson RG, Vann CG,
Osburn SC, Pledge CD, Martin JS, Young KC, Goodlett MD, Pascoe DD, Lockwood CM,
Roberts MD. Effects of Whey, Soy or Leucine
Supplementation with 12 Weeks of Resistance Training on Strength, Body
Composition, and Skeletal Muscle and Adipose Tissue Histological Attributes in
College-Aged Males.
Nutrients.
2017 Sep 4;9(9).

 

Cadastre-se e receba nossa newsletter