fbpx


Guia prático da Sociedade Brasileira de Pediatria para tratamento de crianças e adolescentes com asma

Postado em 17 de agosto de 2020 | Autor: Nicole Perniciotti

Estudos mostram que a obesidade é um fator de risco para desenvolvimento da doença

A Sociedade Brasileira de Pediatria em conjunto com a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia e Sociedade Brasileira de Pediatria publica um guia prático para abordagem em crianças e adolescentes com asma grave.

A asma grave é considerada um subtipo da asma de difícil tratamento. Cerca de 3,8 a 11,3% das crianças convivem com essa doença, variando a abordagem terapêutica de tratamento para cada caso para impedir que a doença se descontrole ou continue em descontrole.

O documento aborda os critérios de avaliação da criança e do adolescente, como o uso de questionários de sintomas, Teste de Controle de Asma (ACT) e o Teste de Controle de Asma Pediátrico (c-ACT).

Dentre as comorbidades de alta prevalência no diagnóstico da asma grave encontram-se a obesidade, o refluxo gastro esofágico (DRGE), distúrbios de deglutição e disfunções imunitárias.

A dieta equilibrada e um estilo de vida saudável são recomendações das sociedades para o controle da doença, leia o documento completa fazendo o download abaixo.

  • DOWNLOAD

Referência

Sociedade Brasileira de Pediatria

Cadastre-se e receba nossa newsletter